Saberes Essenciais: A dança das polaridades

 

  

A dança das polaridades 

Atravessamos um momento em que a atitude psíquica geral das pessoas se encontra profundamente polarizada, observando-se uma grande dificuldade para o estabelecimento de interações através do diálogo e de comunicação civilizada. O debate de temas importantes que recentemente tem emergido, como questões étnicas e raciais, gênero, violência contra vulneráveis e saúde tem se ressentido com a desinformação, a intolerância e a intransigência de determinados setores públicos e com a unilateralidade das próprias pessoas comuns, confinadas pelos algoritmos das redes sociais. Através da elaboração simbólica das polaridades Terra/Céu, Sol/Lua e da noção de Centro, percorrendo a sabedoria essencial das mitologias e embasados no enfoque da psicologia junguiana, propomos uma reflexão profunda sobre as questões acima observadas, que tem provocado tantos dissabores, sizígias, rupturas familiares e afetivas e muito sofrimento coletivo.
 


A Dança das polaridades e o momento atual
A polarização nas relações, a desinformação (as fake News) e o negacionismo; os símbolos da sizígia. A noção de arquétipos; a tipologia psicológica de Jung.

As polaridades Terra/Céu
As oposições Yin/Yang, Tamas/Sattva, Leão/Águia x Serpente. Símbolos da função maternal: a maternidade sagrada, a doação da vida e nutrição. Símbolos da fecundidade e regeneração. Divindades ctônicas e telúricas. Hierofanias uranianas. Infinito e transcendência. Símbolos da ordem sagrada do universo e dos poderes superiores. 

As polaridades Sol/Lua
Mitos solares de origem: a origem solar do universo. Sol invictus: simbolismo solar da ressurreição e imortalidade. Arquetipologia solar e lunar. Calendários solares e lunares. Complexo mítico/simbólico da Lua: águas, chuvas, vegetação e o feminino. Fecundidade da terra e da mulher.

A dança das polaridades e a noção de Centro
Os símbolos fundamentais: Centro, Círculo, Cruz e Quadrado. Simbólica do Centro: Montanha sagrada, Palácio, Templo, Árvore, Ônfalo e Pedra. A roda, as mandalas. Centro e a noção de princípio. Axis Mundi e a ligação entre Céu, Terra e Mundo subterrâneo (Inferno). Coniunctio oppositorum (união entre os opostos).


Paulo Toledo Machado Filho é médico psiquiatra, psicoterapeuta junguiano e sociólogo. Mestre em Antropologia Social pela USP.

Crédito: fotógrafa Ana Viotti