Orquestra Mundana Refugi (integrantes de vários países)

Eng 

A Orquestra Mundana Refugi é formada por músicos de diversas partes do mundo e do Brasil que vivem em São Paulo. Ela surge em 2017 como uma ampliação da Orquestra Mundana, criada por Carlinhos Antunes há quinze anos que ficou conhecida no Brasil e no mundo por sua qualidade de unir a música brasileira com as culturas de diversas partes do mundo.

Para o concerto no Encontro de Culturas do Mundo, o grupo contará com 15 músicos, da Palestina, Congo, Guiné, Cuba, França e Brasil (diversas regiões) com uma apresentação com ênfase na África e suas semelhanças musicais e históricas com a Bahia que recebeu durante séculos povos africanos de muitas regiões e culturas daquele continente.

Além da ênfase na África, o grupo dará destaque ao mundo árabe e suas influências no mundo ibérico e nordestino brasileiro com composições e temas tradicionais envolvendo esses vários mundos. Nossa instrumentação e repertório viajam pelos cinco continentes e mostram como é possível através da música e do respeito criarmos um modo melhor e de paz.

Nosso CD, gravado ao vivo, em São Paulo, em agosto de 2017, é uma mostra concreta disso. Temas tradicionais e autorais com uma roupagem brasileira já foram aplaudidos por centenas de pessoas que se emocionaram com nossas apresentações e performances.

O rico processo de formação da Mundana Refugi se deu ao longo do projeto com o mesmo nome, idealizado por Carlinhos Antunes e Cléo Miranda, apoiado e produzido pelo SESC São Paulo e sediado no SESC Consolação que reuniu músicos refugiados e imigrantes para uma série de atividades. Dessas oficinas, debates e ensaios abertos foram surgindo os novos músicos que se somaram aos profissionais da Orquestra Mundana.