Rosangela Silvestre (BA) - Técnica Silvestre e Danças dos Orixás

Eng 

Coreógrafa, instrutora, dançarina e criadora da Técnica Silvestre, Rosangela é natural de Salvador, Bahia. Graduada em dança e pós-graduada em coreografia, na Universidade Federal da Bahia (UFBA). Pesquisou dança e música no Brasil, Índia, Egito, Senegal e Cuba, adquirindo formação em diversas técnicas tais como: Martha Graham, Limón, Horton, Barra ao solo, Ballet Clássico, Técnica Dunham e introduziu-se a experimentações em diversas expressões de dança contemporânea, folclórica e danças tradicionais de África e outros continentes. Seus instrutores incluem Raimundo Bispo dos Santos (Mestre King), Mercedes Baptista, Clyde Morgan, Carlos Moraes, Nelma Seixas, entre outros, a começar no final de 1970. Desde 1981, começou a viajar dentro e fora do Brasil para ensinar, treinar bailarinos e ministrar palestras. Participou de seminários e residências em diversas universidades e festivais de dança, coreografou inúmeras peças de dança e atualmente é a coreógrafa de Viver Brasil Dance Company, dirigida por Linda Yudin e Luiz Badaró.


Apresentou e desenvolveu trabalhos na Colorado College Dança Festival, New Orleans Festival de Dança e no acampamento de dança Califórnia Brasil. Coreografou peças para o Balé Folclórico da Bahia e Odunde, bem como para Cleo Parker Robinson Dance Company, Ballet Hispanico Repertory Company, American Academy of Ballet, Raízes do Brasil, Dance Brasil, Viver Brasil, Muntu Dance Theater e Kimbrough Companhia de Dança Kendra. Cena é uma palavra que Rosangela não gosta, assim como performance. Para ela, a dança é mais do que uma atividade de palco. É a verdade e a mensagem da vida. Uma mensagem que deve ser entendida com todas as sutilezas que carrega. Rosangela é acompanhada dos percussionistas Alysson Bruno dos Santos Souza e Renato Pereira da Silva.