Artigos e Notícias


pexels.com

Curando as doenças - Ar e Respiração. Respiração como Fator de Cura (parte 3)

10/07/2017

Se você não coordena as energias do nariz, não será saudável. Isso depende da respiração profunda e adequada. O nariz influencia também o estado de saúde do sistema nervoso.

Um tipo de prana é assimilado pela narina esquerda, e outro, através da narina direita. A esquerda recebe a corrente magnética, que está ligada ao plexo solar e é chamada corrente solar. A direita aspira a corrente elétrica, ligada ao cérebro [sistema nervoso] central, denominada corrente lunar. Quando queremos desenvolver mais a mente, inalamos pela narina direita e exalamos pela esquerda. Se, ao contrário, desejamos cultivar prioritariamente o coração, inspiramos através da narina esquerda e expiramos pela direita. Respirar alternadamente – uma vez pela narina esquerda e outra pela direita – equilibra os dois fluxos, assim como a eletricidade e o magnetismo. Assobiar durante a exalação é ginástica que fortalece os pulmões. Quando expulsamos o ar através de uma expiração forte, ocorre uma purificação do sistema nervoso.

A respiração adequada requer um pensamento calmo e belo. Assim, visualize as flores que estão se abrindo, as fontes cristalinas das montanhas, que fluem e regam os vales. Na beleza está a harmonia da Vida. Na beleza está o princípio Divino.

O novo ser humano caracteriza-se pela paciência e presença de espírito. Antes de se encolerizar, ele amortece a raiva por meio da respiração profunda. Desse modo, transforma o próprio estado e não cede à ira.

Cure-se pela respiração profunda. Se você está com dor de estômago ou de abdômen, faça 6 exercícios 4 vezes por dia. Enquanto pratica, coloque a mão esquerda sobre o abdome, com a palma para baixo. Respirando profundamente, você deve sentir a contração e a expansão do diafragma.

Durante a respiração, o diafragma deve subir e descer, comprimir-se e distender-se. Uma das causas da taquicardia, da asma e de outras doenças do tórax é a saída do diafragma de sua posição natural. Quando está mais alto que o necessário, ele pressiona os pulmões e o coração, que não funcionam corretamente.

Ao estudar a respiração do ser humano e dos animais, você vê que ela difere quanto ao ritmo. O ser humano respira em um ritmo, e os animais em outro. Se uma pessoa cai na cadência da respiração dos animais, adquire algo da natureza deles. Respirando desse modo, talvez nunca venha a ter um pensamento brilhante e nobre. Você não pode mudar o pensamento sem modificar a respiração. O inverso também é verdadeiro: ao alterar a respiração, você transforma seu pensamento.

As plantas têm a vida mais longa na Terra porque respiram bem. Existem métodos especiais de respiração para cada pessoa – que deve encontrá-los com a ajuda de seu instrutor e médico interno.

Ouça o curador interior, isto é, o Divino em você. A pele do rosto e das mãos de uma pessoa que não respira corretamente se enruga prematuramente. As rugas se devem a transtornos do fígado e respiração imprópria.

Portanto, respire profunda e conscientemente em qualquer circunstância. Você está perturbado, infeliz – respire fundo. Suas costas, sua cintura dói – respire fundo. Uma perna ou um braço está doente – respire fundo. Sua cabeça, estômago, abdômen está enfermo – novamente respire fundo. Não tenha medo da dor. Ela é uma bênção. Se não houvesse sofrimentos e doenças na vida, suas condições estariam piores do que são agora. As enfermidades e tristezas colocam a pessoa no caminho reto.

Na primavera, dê uma caminhada toda manhã. Quanto mais cedo sair, melhor. Vá para um lugar de ar puro, longe do pó e fumaça da cidade, e dedique-se a respirar e fazer exercícios pelo menos por uma hora. Então, prossiga com seu trabalho diário.

Falando de respiração profunda, não quero ensinar exercícios específicos. Os hindus têm práticas particulares de respiração, que não se aplicam aos ocidentais. Por isso digo: respire profundamente, com o objetivo de conseguir uma respiração homogênea e rítmica. Ao fazê-lo, no início você sentirá algum obstáculo, mas, sendo constante, vai livrar-se dele e alcançar liberdade respiratória.

Para a respiração ser completa, abra os poros do corpo. Isto se faz usando água. A respiração plena implica não apenas os pulmões, mas também a pele. Cada célula deve respirar. Quem respira desse modo pode ser considerado saudável.

Vamos fazer um exercício de respiração de acordo com o ritmo do coração. Conte mentalmente até seis inspirando, conforme sua pulsação. Então, até três, retendo o ar nos pulmões. Agora, expire contando novamente até seis. Enquanto você inala em seis tempos, leve o braço esquerdo um pouco para a frente e para cima, em um ângulo de 45 graus, enquanto o braço direito vai para trás. Segurando o ar na contagem de três, dobre os dedos das duas mãos, sem movê-las. Expirando e contando até seis, traga os braços para os lados do corpo, soltando os dedos. Na segunda inspiração, troque os braços: agora é o direito que vai para a frente e para cima, enquanto o esquerdo vai para trás. O corpo não se movimenta, só os braços. Dobrar os dedos durante a retenção do ar significa que você adquiriu alguma coisa e a está mantendo para poder usá-la. Abri-los na expiração representa a doação daquilo que recebeu. Faça o exercício dez vezes no total, sendo cinco com o braço esquerdo à frente e cinco com o direito.

Se você sofre de reumatismo, este exercício o curará. Se tem dor de cabeça, também encontrará solução para ela. Isso não acontece de uma só vez, mas gradualmente. Cada um deve fazer a contagem segundo o batimento de seu coração. É o ritmo cósmico.

Esses exercícios são necessários para todas as pessoas, especialmente as que realizam trabalho intelectual. Devem ser feitos tanto pelos sãos como pelos doentes. É melhor realizá-los ao ar livre do que dentro de casa. Mas é bom que você esteja sozinho, que as outras pessoas não vejam como você pratica.

A seguir, vários exercícios de respiração: 1) Pernas retas. Levante lentamente os braços enquanto inspira, contando até seis. Segure o ar, contando até três. Abaixe os braços devagar. Expire em seis tempos. Faça o exercício seis vezes.

(extraído do livro: The Master BEINSA DOUNO. Health and Sickness. Sofia: Vsemirno Bialo Bratstvo Publishers, 2002)

Tradução: Maria Eugênia da Rocha Nogueira 
e-mail: MARIAEUGENIARN@YAHOO.COM.BR
WhatsApp: (11) 9.9140.0649