Artigos e Notícias


Stoyan Nenov/Reuters

O Homem

12/12/2013

Editora Hermes – Bulgária, 2004

Introdução

Este livro contém conselhos e orientações do Mestre da Fraternidade Branca Universal Beinsa Dunó (Petar Danov, 1864-1944) para uma vida plena, saudável e consciente, usando como fatores a água, a luz do Sol, os alimentos, exercícios físicos e respiratório e a cura pela música, meditação e preces.

“Siga o caminho que a natureza lhe indica. Se não, não chegará a lugar algum. Não quebre a cabeça chocando-se contra as leis da natureza inteligente – ela não cederá. O sentido da vida exige que o ser humano se volte para ela com o objetivo de estudá-la e, assim, tornar-se mais rico. Atualmente, as pessoas encontram-se radicalmente empobrecidas e desmagnetizadas. Precisam voltar para a natureza, que é a grande fonte de vida e energia.

Faça excursões frequentes à montanha; assim evitará a inércia, que predispõe à preguiça e à falta de atitude.

O ar, a água, a luz e o calor são elementos usados pela nova ciência como métodos para resolver definitivamente os problemas vitais.”

Capítulo 1 – O HOMEM

O homem nada mais é que um livro Divino com muitas páginas, cujo conteúdo ele próprio escreveu durante muitos séculos.

Tudo que aconteceu e está acontecendo na Terra e no Céu, está inscrito no homem (1, pág. 162).

Tudo que Deus criou existe em miniatura também no homem (2, pág. 369).

Todos os animais, plantas, minerais, cristais e também todas as almas no mundo não só refletem, mas também possuem representantes em nós. Cada indivíduo, onde quer que se encontre, tem uma representação viva dentro de cada um . (3, pág. 11).

Em seu desenvolvimento, o espírito humano passou por todas as formas existentes no cosmo. Atravessou as fases de planta e animal e hoje as usa como servidores. Isso não significa que tenha sido animal. Ele percorreu as etapas vegetal e animal somente como espírito, mas sua origem é Divina. Passou pelas formas primitivas sem parar em nenhuma delas, continuando seu caminho. Na criação das diferentes formas, o espírito humano serve-se da lei da criatividade (1).

Cada indivíduo encerra em seu interior todas as demais pessoas, animais e plantas, toda a natureza. Por essa razão, é considerado um pequeno universo – ou microcosmo (4, pág. 118). 

(extraído do livro Saúde, Força e Vida, do Mestre Beinsá Duno)

Leia o artigo completo em PDF