Artigos e Notícias


Saúde e Doença - IV Curando as doenças - 10 Outros métodos de tratamento

06/04/2020

Há plantas que curam até as doenças mais perigosas e difíceis. Aqueles que não as conhecem, sofrem. É por isso que dizemos que as pessoas padecem por ignorância. Estude os vegetais e suas propriedades terapêuticas.

 Uma pessoa que desenvolve o dom de reconhecer as propriedades curativas das plantas pode tornar-se um curador proeminente, que ajuda os outros a recuperar a saúde. Há na Natureza muitas plantas que curam; se usadas pertinentemente, livram o ser humano de qualquer tipo de doença.

As flores têm dentro de si um poder terapêutico, que pode ser empregado no momento favorável. Suas propriedades não são sempre as mesmas – dependem do período, do mês, do dia e da hora em que são colhidas.

Um conhecido seu chega e se queixa de seu estado – diz que está tendo febre há um ano. Você o ouve, compreende e recomenda-lhe tomar absinto. Isso gera uma conexão entre a febre e o absinto. Quando a conexão está feita, a pessoa readquire a saúde.
Vou dar-lhes um método para curar mesmo as tosses mais severas. Tire as cascas secas de dez cebolas e ferva-as em água. Coe a água e acrescente meio quilo de mel, uma ou duas colheres de mostarda e uma ou duas de linhaça. Tome uma colher (de chá) dessa mistura três vezes ao dia – de manhã, ao meio-dia e à noite.

Colha raiz de grama, ferva durante 15 minutos e tome essa água. Então ponha algumas gotas de azeite de oliva na garganta e beba um pouco. Tome um copo de água de raiz de grama de manhã, um ao meio-dia e um à noite. É nutritivo e ao mesmo tempo terapêutico.

Um pouco de água de milefólio¹ faz a tosse desaparecer. No verão, todos deveriam colher milefólio para ter em casa – do branco e do amarelo. Quem não consegue curar-se pela vontade pode usar essas ervas. Guarde também genciana. Colha essas plantas magnéticas que ajudam: também tomilho e folhas verdes de morango silvestre, e ainda a minúscula camomila – que têm efeito terapêutico. Crie uma farmácia de ervas.

Indo à montanha, aproveite suas bênçãos. Por exemplo, se está com dor de estômago, ferva um pouco de milefólio. Contra a tosse, ferva genciana e beba desse líquido. Se se resfriar, escale duas ou três vezes algum pico e sue bastante; depois tome duas ou três xícaras de água quente e troque de roupa.

Suba aos cumes de montanha para respirar profundamente. Isso é especialmente bom para quem sofre de asma, assim como para os que têm predisposição para engordar. A montanha tem em si mesma todas as condições para você se curar e adquirir conhecimento. É preciso manter o corpo quente para não se resfriar. Deve haver equilíbrio entre a temperatura corporal e a externa.

Não esqueça a seguinte regra: se transpirar, mude de roupa imediatamente. Nunca deixe uma camisa molhada de suor secar nas costas.

A cebola cura quando é consumida crua, cozida ou fervida, mas não frita.

Quem deseja desinfetar a boca ou melhorar o estômago e o peito deve comer alho. Prescrevo alho para o doente, mas não para quem está são. Quando você sente dor nas amígdalas, coma alho forte picado. É um bom método para curá-las e desinfeccionar a garganta. O alho é um auxiliar perfeito também para quem sofre de insônia.


Se seu estômago está com problemas, ferva bardana e beba desse líquido. Depois de curado, não a use mais. Quem tem tosse deve ralar um pouco de bardana negra e beber uma xícara (de café) do suco toda noite. É perfeito também para o estômago.


Pegue cinzas limpas de um pinheiro-anão queimado. Escolha-as com cuidado e use-as como remédio. Tendo alguma indisposição, apanhe um pouquinho dessas cinzas com a ponta de uma faca, coloque-as em água quente e, quando elas se depositarem, beba a água.


Se você comer urtiga um ano inteiro, seu cabelo ficará negro.


Para curar-se é necessário conhecer a lei: quando você transforma suas vibrações, a causa do sofrimento é imediatamente abolida. Qualquer que seja a dor, você pode eliminá-la instantaneamente – tão instantaneamente como ela apareceu.


Quando você fica doente ou se sente indisposto, encontre alguém que o ama, tome suas mãos, olhe-o nos olhos e ofereça-lhe gratidão pela energia que recebeu dele. Às vezes é preciso segurar ambas a mãos dessa pessoa, às vezes apenas a esquerda ou a direita.


Geralmente, os hipnotizadores da Loja Negra fazem movimentos de cima para baixo, quando praticam influência de energia. O discípulo deve fazer movimentos laterais, contrários aos da Loja Negra. Cada movimento que você faz tem profundo significado e atuação sobre você.


A fim de tonificar a mente, movimente o pensamento de trás para diante ao longo do caminho evolucionário. Pense primeiro nas plantas, depois nos animais e nas pessoas e, finalmente, sobre Deus e os Seres do Mundo Divino.


Há pessoas capazes de curar de maneira magnética, mas, ao criar o positivo em seu paciente, o curador corre o risco de contrair algo da doença dele. Por exemplo, uma pessoa está sofrendo de determinada enfermidade; ao ser tratada através de energia, ela se recupera do problema físico mas adquire alguma qualidade negativa, sente dúvida, perde a fé em Deus que tinha antes.


Existe uma escola de tratamento pela energia magnética, em que os pacientes são curados através de algo como massagens de energia. Quando a pessoa começa esse tipo de tratamento, inicialmente suas condições pioram; ela pode sofrer uma crise terrível, e daí ter alguma melhora. Então vem outra crise e novo progresso, até que as crises se tornam mais raras; chega a última delas e a doença regride. A mão direita é a da Sabedoria, foi criada para abençoar.


A mão esquerda é a do Amor: o ser humano ajuda os fracos e sofredores com ela. Portanto, quando ponho minhas mãos sobre alguém, estou dando-lhe força. Quando você estende o braço para um indivíduo, pode enviar-lhe todas as bênçãos, assim como todas as maldições do mundo. Com suas mãos você pode experimentar todo o bem e todo o mal.


Crianças que não têm fé são curadas por seus pais, pelo próprio magnetismo deles. A mãe cura a filha e o pai, o filho.
Se a alma da mãe é inspirada por Amor, Sabedoria e Verdade como ideias vivas, é suficiente que ela ponha suas mãos sobre o filho doente e a criança se torna saudável.


Se seus filhos estão doentes, massageie o osso atrás de suas orelhas. Ali é o centro da vida. Essas massagens tornam o organismo resiliente e capaz de durar. As massagens devem ser feitas de cima para baixo. Você pode massagear às vezes apenas o lado esquerdo, às vezes o direito e, em outros momentos, ambos.


Alguém está com dor de cabeça. Coloco ambas as mãos sobre suas têmporas, criando assim um campo magnético, e a dor de cabeça vai embora. A dor se deve ao acúmulo de energia. Através do campo magnético, a energia excedente é retirada e a pessoa sara.


Se sua indisposição se deve à dor de cabeça, faça todos os seus dedos passarem acima da testa, começando com o polegar e terminando com o dedinho. Mas é preciso saber como movê-los – especialmente sobre o local da dor. Uma forte intenção é necessária para obter resultados.


Há momentos em que a parte de trás do cérebro está com temperatura mais elevada, e é preciso restaurar a normalidade. Isso pode ser feito pondo as mãos acima da cabeça ou passando os dedos pelo cabelo, de cima para baixo, como se estivesse se penteando. Se usar um pente, ele deve ter dentes bastante longos. Mas é melhor confiar em seus dedos do que em um pente.
Quando a mão direita de alguém está carregada positivamente, essa pessoa deve encontrar um amigo cujo lado esquerdo tenha a carga de eletricidade oposta, de modo que ambas se neutralizem. O primeiro deve colocar sua mão esquerda sobre o lado direito do outro e este – a mão direita sobre o lado esquerdo da cabeça de seu amigo. Sem perceber como, os dois ficarão com boa disposição. Isto também pode ser conseguido simplesmente segurando as mãos um do outro.


Quando você põe seu braço sobre a cabeça de alguém, deveria perceber se está dando ou recebendo energia nesse momento. Se está recebendo alguma coisa, é necessário saber se vai se beneficiar disso. Se está doando, novamente é importante conhecer se isso será útil para a pessoa a quem você está dando. O ser humano precisa ser grato a fim de usar bem e dar significado tanto ao dar como ao receber. A energia que flui através de quem dá e daquele que recebe é Divina e as pessoas são responsáveis por ela – que não pode nem deve ser gasta em vão. A Natureza é uma grande rede de energias e mantém a contabilidade exata de tudo que é despendido. Ela se ocupa também dos resultados do gasto dessa energia.


Ponha as mãos sobre a cabeça de uma pessoa enferma com toda a sua boa disposição de Amor e observe como isso afeta a saúde dela. Seu Amor e bons desejos em relação a ela se transformam em poderosa força de vida.


Se você está com problemas no estômago ou abdômen, leve a mão direita ao plexo solar. Depois de mantê-la nessa posição por algum tempo, a dor irá embora. Se persistir, coloque a mão direita sobre seu estômago e a esquerda na cintura.


Se uma pessoa corpulenta está com o abdômen enfermo, pode pedir a um conhecido que seja magro para pôr a mão em seu plexo solar, deixando-a ali por cinco ou dez minutos, e a dor abdominal desaparecerá. Dessa maneira, as pessoas podem ajudar-se reciprocamente.


Se você deseja trabalhar sobre si mesmo, comece com o coração – com o sistema nervoso simpático [autônomo]. Faça a seguinte experiência: ao se levantar de manhã, massageie, com a palma da mão direita, o local ao redor da boca do estômago. Os movimentos da massagem devem ser circulares. Então massageie a mesma região com a mão esquerda, novamente com movimentos circulares, de cima para baixo. Dez círculos com a mão direita e dez com a esquerda. Mantenha-se concentrado para obter resultados. Se o efeito não for imediato, não desanime. Observe as mudanças que lhe acontecem e veja se sua má disposição se transforma. Faça o exercício durante dez dias. Se você tem dor no abdômen, de novo, massageie esse lugar. Vai sentir certa alteração no cérebro e no sistema nervoso simpático. Depois dos dez dias, mergulhe os dedos em água quente, na temperatura mais alta que aguentar, mas só as pontas – a falangeta. Repita o exercício durante trinta dias. Nos últimos dez dias, mergulhe a mão inteira na água.


Se há maior quantidade de energia no hemisfério cerebral direito, a pessoa torna-se nervosa e fora de si. Se o acúmulo é no hemisfério esquerdo, a pessoa fica ativa. Quando você encontra um indivíduo nervoso e ansioso, ponha a mão esquerda sobre sua cabeça e ele se acalmará. A energia de um hemisfério deve percorrer o outro, para ficar igualmente distribuída. É mais fácil ajudar as pessoas de quem você é próximo. Sua energia passa através delas, faz um círculo completo e as tranquiliza. Tais pares de pessoas são como baterias interconectadas. As energias vitais vão de uma para a outra e voltam ao lugar de onde saíram. Desse modo, ambas rejuvenescem.


Quando estiver furioso, chame um amigo para pôr a mão na parte de trás de sua cabeça. Se vocês têm sintonia e uma natureza semelhante, ele removerá o humor negativo e seu equilíbrio será restaurado. Mas se não estiverem em harmonia, sua má disposição e raiva se tornarão ainda mais fortes.


Suponhamos que você esteja agitado. Alguém o exasperou, você se desequilibrou. Levante os braços e faça o seguinte: eleve-os lentamente acima da cabeça e toque todo o seu corpo com eles, levemente, movendo as mãos para baixo ao redor da cabeça e então sacudindo-as para fora (uma ducha magnética). Repita, mas não mais que três vezes ao dia.
O remédio contra a raiva é encontrar um amigo que seja passivo, com eletricidade negativa. Peça-lhe para pôr a mão esquerda sobre a metade direita de sua cabeça e verá que, antes que decorra muito tempo, o excesso de energia passará para a mão dele e você ficará aliviado.


Quando você está agitado e sente que há algum problema no plexo solar, seu movimento mais natural deveria ser colocar a mão direita no plexo, abaixo da boca do estômago, com a palma para dentro, e a mão esquerda na cintura, com a palma para fora. Com essa posição das mãos, sentirá o sistema nervoso tranquilo. Ao pôr as mãos sobre o plexo solar dessa maneira, a energia cerebral é transferida através dos braços e vem a calma. A palma da mão direita é um condutor de energia negativa, reconciliadora, e o lado dorsal da mão esquerda transmite energia positiva, estimulante. Quando as duas energias se juntam, o ser humano se pacifica.
Procure curar a si mesmo e os que lhe são próximos. Visite alguém que está sofrendo com tosse e faça esta experiência: ponha o braço sobre o peito dele. Se seu magnetismo for intenso, o doente sentirá uma tepidez [= mornidão] agradável, que gradualmente aumenta; se for fraco, ele não sentirá calor algum. Na cura, o mais forte deve ajudar o mais frágil; quem já cresceu precisa auxiliar os menores.


O que acontece quando você mergulha os dedos na água? Certo tipo de energia, que muda a cada instante, flui de cada um deles – os dedos são condutores de energia. Uma pessoa que saiba disso e o tenha experimentado pode usar conscientemente, para curar, algumas energias que jorram para o exterior. Cada vez que você levanta os braços, há um fluxo de energia para fora.
É suficiente pôr seu dedo médio em água pura um par de vezes a fim de que a água receba as energias que saem dele. Se você beber essa água, sentirá seu espírito elevar-se. Esses são remédios de um tipo especial, que estão ocultos no homem.
Existe grande quantidade de métodos de cura, mas, sem preparação, poderíamos distorcê-los. Por exemplo, quando seu nariz está doendo, toque-o levemente com os polegares dos dois lados e massageie-o. Faça leves massagens com todos os dedos, a fim de transferir parte de seu magnetismo para o nariz.


Fazer o sinal da cruz é magnetizante. Há quem possa curar com ele. Por exemplo, fazem o sinal da cruz em uma pessoa com febre, umas poucas vezes, e a febre cede.


Vinte anos atrás, uma família chamou-me a Sliven [sudeste da Bulgária] para ajudar a sogra que estava doente. Vi a enferma e então fiz perguntas a seus próximos. Eu lhes disse: “Algum de vocês precisa dar algo de si para ajudá-la”. O genro era um homem muito magnético. Sugeri que o fizesse, e ele concordou. Ensinei-lhe como colocar as mãos sobre a cabeça da mulher, de modo que parte de seu magnetismo passasse para ela. Ele o fez: manteve as mãos assim por alguns minutos e depois se retirou. No dia seguinte, a senhora estava revigorada e com ótima disposição. O genro sentia-se um pouco fraco, com as pernas e braços trêmulos. Recomendei-lhe dar uma caminhada, suar e então tomar um banho quente. Ele seguiu meu conselho e no dia seguinte encontrava-se novamente renovado e alegre.


Quer alcançar a paz? Vá até as árvores. Onde existe vida, existe magnetismo. Há uns dez a vinte métodos para adquiri-lo.
Se você está física ou mentalmente quebrantado, procure um carvalho velho (mas que não esteja podre) e apoie as costas nele. Permaneça assim por cinco, dez ou quinze minutos, meia hora no máximo, e diga à árvore: “Como há em você uma abundância de pensamentos e formas Divinas, por favor, me dê um pouco de sua energia”. O carvalho tomará para ele parte de suas energias desarmônicas e você vai obter paz, recuperar-se e irá embora alegre.


Ao escorar-se em uma árvore para se curar, é bom ficar cinco a trinta minutos, encostando as costas e com a cabeça um pouco inclinada.


Está doente? Não procure os modos triviais de tratamento, mas as riquezas da Terra. Há nela regiões que são terapêuticas. Indo para um desses lugares, o enfermo se cura como por mágica. Independentemente de qual seja a doença, pode recuperar-se instantaneamente.


Ao pousar sobre uma pedra, permaneça por uma a duas horas. Lugares rochosos são agradáveis, porque ao ficar sobre as pedras você se torna magnético. Mas elas não devem ser angulosas – essa forma conduz as energias magnéticas para fora. As rochas são especialmente terapêuticas em setembro [no hemisfério sul, em março].


Para curar por meio de um método natural, o ser humano deve deixar-se atuar pelas energias sencientes da Natureza, sem medo ou dúvida. Mesmo o menor temor bloqueia essas energias. Se elas encontram um impedimento, não conseguem realizar seu trabalho.


Há certa verdade nas ‘superstições’. Muitos negam a possibilidade de maldições e riem dos que creem nelas. Mas eu afirmo que existem feitiços maléficos no mundo. A que se deve sua existência? Vamos dar um exemplo: alguém o olha e você sente certa indisposição, sua cabeça começa a doer. Muitos diriam que isso se deve ao mau olhado. Há pessoas que fitam uma vaca ou um búfalo, e o animal imediatamente adoece e morre. A causa é a força do olhar lançado a você ou ao animal. Esse poder deve-se à eletricidade emanada do rosto ou olhos da pessoa. Dirigida a você, se não puder assimilá-la, causará desarmonia e afetará seu organismo. Certas mulheres sábias sabem como curar pessoas ou animais enfeitiçados de maneira muito simples. Tomam um ovo em bom estado, batem com ele na testa do búfalo ou do ser humano que está sob o mau olhado e rapidamente ocorre a recuperação. O ovo cura absorvendo a energia excessiva acumulada naquele organismo, que se livra de seu estado doloroso. Nem toda mulher idosa é capaz de sanar. Só o conseguem as que são boas condutoras de eletricidade, cujo organismo consegue suportar as influências emitidas pelo doente. A mesma coisa pode ser dita sobre os médicos.


Se você quer pôr em movimento as energias que passam pela orelha, pressione a parte de trás dela. Ali há um osso do qual depende a estabilidade e resistência na vida de um ser humano. Quando estiver doente, massageie esse local.
Alguém sofre de reumatismo nas pernas. Procura ajuda com os médicos, mas eles não podem fazer nada. Finalmente a abelha acorre em seu auxílio. Ao picar a perna do enfermo um par de vezes, o reumatismo desaparece. Conhecendo as propriedades do ácido extraído pela abelha, você pode curar-se conscientemente.


Está sentindo fraqueza de ânimo? Desenhe uma centena de linhas verticais paralelas e a indisposição irá embora. Assim você também fortalece a vontade. As linhas paralelas significam sabedoria. Ao manter uma distância fixa entre elas, você se ajusta à vida senciente.


Quando seu estado mental está ruim e você não sabe o que fazer, toque os dedos, um por um: primeiro o polegar, depois o indicador, o dedo médio, o anular e o mínimo. Então observe as mudanças.
Dê um puxão nos dedos todos os dias, a fim de recobrar a saúde. Primeiro o polegar; se não adiantar, então o indicador, e assim por diante. Em caso de doença séria, repita a tração em cada um dos cinco dedos, um por vez, e depois faça o mesmo com os artelhos. Esse gesto repetido umas duas vezes por dia, durante cerca de dez dias, lhe permitirá ficar bem ou, pelo menos, melhorar muito sua condição.
O ouro armazena muita energia em estado condensado. Quem compreende as leis da alquimia pode dissolver e diluir essa energia e usar a força oculta do metal em prol de seu organismo.
Uma das tarefas humanas é receber da Natureza a energia vital, isto é, o prana, e aplicá-la de maneira sensata.
O ouro é bom condutor de energias elevadas. Sem ele no sangue, a pessoa não consegue absorver e usar adequadamente a força vital da Natureza.
O ser humano é induzido à alegria pelo ouro – que pode curar pessoas nervosas, neurastênicas. Deixe uma moeda de ouro na água por algumas horas; partículas microscópicas se dissolverão na água, que vai adquirir propriedades curativas. Esse metal regula o sistema nervoso. É suficiente olhar para uma moeda de ouro para se acalmar. É por isso que é relevante usar joias de ouro.
Para curar-se, coloque uma moeda de ouro na água e então beba dessa água, uma colher de chá por dia. Lembre-se de que a fé cura. Dê ao doente água pura para tomar com uma colher e veja o resultado. Quanto maior sua fé, mais cedo se recuperará.
Conhecendo as propriedades do ouro, você pode empregá-las para curar-se de maneira homeopática. Tome um grama de uma pepita pura, coloque-o em 10 gramas de água e deixe alguns dias ao sol. Se estiver com má disposição de ânimo, ou quando se deparar com dificuldades, tome 10 gotas dessa água e a indisposição desaparecerá.
Sendo bons condutores de calor e eletricidade, o ouro e a prata podem ser utilizados como meios de cura.
A saúde relaciona-se com o Sol, o portador da Vida. Como o ouro é também um condutor de Vida, sua quantidade no sangue ajuda a determinar a saúde. Uma pessoa saudável tem ouro suficiente circulando; quando adoece, essa quantidade diminui.
As pedras e metais preciosos influenciam positivamente a saúde humana, em especial o ouro, pelo poder magnético que carrega em seu interior.
A pedra preciosa difrata² a luz de modo especial. Nessa luz pode ser processada a cura. É por isso que é bom usar anéis de ouro com pedras preciosas. Contudo, nem todas as pedras preciosas atuam beneficamente sobre o organismo e nenhuma é adequada para todas as pessoas. Algumas, cujas vibrações não estão alinhadas com as do organismo humano, causam desarmonia.
A pedra preciosa transmite um tipo específico de vida – razão de sua influência terapêutica. Se você usa ou carrega consigo pedras e metais preciosos e é capaz de entrar em contato com sua energia, pode curar-se facilmente, de qualquer doença. Para tornar sadio seu sistema ósseo, estude conscientemente as pedras preciosas e distinga na mente suas cores, dirigindo-as para os ossos.
O diamante é duro, refrata³ bem os raios solares e é capaz de sanar, tem propriedades terapêuticas. As pedras preciosas, de modo geral, contêm em seu interior um poder curativo; por isso, os antigos as usavam como joias.
Recentemente, um irmão – um soldado deficiente – veio procurar ajuda. Sua perna doía quando ele estava em serviço; a dor ia aumentando e a perna inchava. Ele fazia compressas, tratava-a, mas não obtinha resultado. Foi ao médico, que disse: “Você está com uma infecção profunda e a perna precisa ser operada para eliminar as substâncias impuras”. Eu lhe aconselhei: “Ferva um pouco de leite e ponha limão para coalhá-lo. Faça uma compressa com o leite talhado. Depois de algumas compressas, você ficará melhor.” De fato, após duas ou três compressas, seu estado melhorou enormemente. A perna inchou em determinado ponto, onde estava a substância tóxica, abriu-se um pequeno orifício e toda a sujeira saiu por ali. A temperatura voltou ao normal, a perna ficou limpa e, alguns dias depois, a ferida começou a cicatrizar.
Sua garganta está doendo, você apanhou um resfriado. Faça imediatamente um emplastro de leite ou de azeitonas. Recomendo ainda outro remédio: pegue fermento, faça uma massa fermentada seca, moída, ponha um bocado de pimenta, de modo que lhe venham lágrimas aos olhos. Ao comer essa massa levedada, a pimenta o aquecerá. É um bom remédio, um antisséptico. Então, aprenda a fazer compressas de leite, ou de azeitonas e, finalmente, massa fermentada – que deve ser consumida quente. A mente precisa desempenhar seu papel ao aplicar esses remédios. Enquanto faz a massa levedada, pense sobre sua ação positiva.
Muitas pessoas que sofrem de dor de cabeça ou dores nos olhos se tratam com cataplasmas frios. Aconselho aplicá-los quentes em vez de frios. Também se pode colocar sobre as têmporas levedura recém-feita. Unte o local com azeite de oliva e ponha o fermento sobre ele. Mantenha-o sobre as têmporas por dez a catorze horas. Repita três a cinco vezes por semana, de acordo com a intensidade da dor. O fermento tem influência magnética, e é útil não apenas para dor de cabeça, mas também no caso de meningite. Se uma criança contraiu meningite, raspe seu cabelo, prepare levedura fresca e ponha-a no topo da cabeça e nas têmporas. Após tratá-la desse modo umas poucas vezes, a criança se recuperará.
As compressas de fermento e de leite são bons produtos especializados, preferíveis às compressas frias.
Por que massagear o nariz? Porque ele é como um pico do rosto humano, onde às vezes fica armazenada uma quantidade excessiva de eletricidade e magnetismo, que o bloqueia. Quando demasiada energia se acumula no cérebro, os sistemas arterial e venoso ficam tolhidos, muito sangue venoso se junta nas têmporas e o pulso é intensificado. Se você está com esse problema, ponha um pouco de levedo nas têmporas, inclusive à noite. De manhã você se sentirá bem – o bloqueio se transformará.
A cebola também tem valor terapêutico. Estude suas propriedades e ela o ajudará a curar. Se alguém se queixa de dor na perna ou no braço, ponha sobre o local dolorido uma compressa feita de cebola tostada e um pouco de manteiga. A cebola alivia a dor e diminui a temperatura.
Suponhamos que uma pessoa esteja com a perna dura, sem conseguir caminhar. Corte sete cebolas vermelhas, esmagando-as em pedaços pequenos, e coloque 25 gramas de sal. Ponha essa cebola nos seus pés, deixando-a aí por dez a doze horas. Vai sentir as pernas coçando um pouco. De manhã, jogue fora a cebola – e perceba que houve alguma melhora. Após fazer mais duas dessas compressas, será capaz de andar.
Seu dedo começa a doer e infecciona. A Natureza diz: “Mastigue um figo, cubra o dedo com a fruta mastigada e ele se recuperará. Ou ferva alguns figos em água, faça um cataplasma com eles e coloque-o sobre o dedo”. O figo é uma planta com grande poder cicatrizante.
Uma pessoa cai, quebra a perna ou se fere seriamente. Ela começa a se massagear ao longo da coluna vertebral ou em algum outro lugar. Se alguém fizer massagem em suas costas todos os dias, qualquer dor desaparecerá. Isso demonstra que em certos lugares do organismo é armazenada uma energia vital oculta, que cura os problemas de saúde. Se ativada, ela se manifesta instantaneamente e exerce sua influência.
O doente aspira a estar em companhia do são. Por quê? Para obter sua força. Portanto, a pessoa sadia dá alguma coisa à enferma e esta doa também algo à primeira. Acontece um intercâmbio. No futuro, quando a Matemática for aplicada à vida mental, verão quanta energia flui para fora do corpo humano e compreenderão a razão para as doenças. Então se protegerão conscientemente de tudo o que transtorna o organismo. Já existem pessoas que entendem o que produz a comunicação com indivíduos harmoniosos. Ao relacionar-se com gente que nutre pensamentos e sentimentos negativos, você entra em contato com eles e experimenta os efeitos de sua influência negativa.
Quando o sistema digestivo está transtornado, a pessoa deve curar-se com o alimento. Se é o aparelho respiratório que apresenta problemas, a cura vem por meio de Luz, Calor, eletricidade e magnetismo. Finalmente, se o sistema cerebral tem alguma perturbação, precisa ser tratado através dos pensamentos e sentimentos. A fim de sanar seu cérebro, nunca se permita um pensamento negativo.
O ser humano que entra em um processo de cura não deve temer nada. Dispondo de um pensamento forte, ele pode entrar em um quarto com pessoas sofrendo de peste ou cólera e sair são e salvo. Se, porém, tiver medo, ficará doente até mesmo sem contato com bacilo algum.
Toda mãe precisa saber como curar os filhos. É ela que deve aplicar os primeiros socorros. A primeira coisa a fazer é dar óleo de rícino à criança, depois várias xícaras de água quente e então uma sopa de verduras e batata. Esses são os primeiros socorros para qualquer doente. Talvez você se pergunte por que beber água. É simples: a nutrição deixa resíduos e gorduras no estômago e nos intestinos, que criam obstáculos à digestão. A água quente dilui-os e regula os processos no sistema digestivo.
Um doente em processo de tratamento deve olhar para a Lua quando ela míngua e fazer conexão com ela. No quarto crescente, deve fechar as persianas de modo que o luar não penetre no quarto. Quanto à luz do Sol, tanto o enfermo como o são devem expor-se a sua influência benéfica.
Dizemos que a pessoa deve curar-se antes de adoecer. Oponha, a cada pensamento ou sentimento negativo, um pensamento e sentimento positivo, a fim de o neutralizar e tornar inofensivo.
Se uma pessoa que está sofrendo de tuberculose for capaz de libertar-se do medo e desconfiança, sua doença desaparecerá. Por quê? Porque a tuberculose é uma doença emocional. Enquanto o indivíduo se mantém temeroso e duvidando, seus pulmões e coração estão constantemente contraídos. Qualquer contração antinatural gera estados doentios. Quando o ser humano se apaixona e perde o objeto de seu amor, em consequência vem alguma enfermidade do coração ou dos pulmões.
Você contraiu tuberculose. O que deve fazer? Suba a uma montanha todos os dias, pelo menos até atingir a altura de mil e quinhentos metros. Em três meses sua recuperação será de até 30 por cento e, em doze meses, pode chegar a 85 por cento. Em dois ou três anos, você estará completamente são. Tanto no inverno como no verão, caminhe pela montanha com roupas que o aqueçam e um cantil de água quente, que deve ir tomando aos poucos.
A tísica pode ser curada com música. A música cria no ser humano um alargamento que é especialmente necessário para quem sofre de tuberculose. Esse doente pensa apenas em si mesmo, toda a sua atenção está concentrada na própria pessoa. Ele sente muita inveja. O tuberculoso não consegue ver nada positivo em parte alguma. É extremamente pessimista.
Quando os vasos sanguíneos perdem a flexibilidade e elasticidade, a pessoa adquire arteriosclerose. Preservar e prolongar a vida depende de conservar a mobilidade do corpo. Por isso se recomenda não comer demais e tomar água quente, que ajuda a dissolver os depósitos produzidos no processo de nutrição. Se o indivíduo contraiu arteriosclerose, é recomendável que coma pouco, e escolha apenas alimentos simples e puros. Deve alimentar-se de trigo e arroz fervidos, como um verdadeiro monge.
Quem tem tuberculose ou câncer deve consumir iogurte – no mínimo três vezes por dia, durante três anos, cem gramas em cada refeição: conseguirá alguma melhora. Anos atrás, um irmão ficou com úlcera gástrica. Ele me procurou pedindo ajuda e recomendei: “No verão, tome sol e exponha a ele seu abdômen. Trate-se assim durante dois ou três meses. E ingira uma xícara de azeite de oliva todos os dias.” Ele seguiu o conselho e sarou.
Há casos em que a pessoa soluça por horas e não sabe como resolver o problema. Basta tomar uma ou duas xícaras de água quente ou respirar profundamente: o soluço cessa.
Uma pessoa se queixa de dor de cabeça. Recomendo-lhe: “Beba três xícaras de água em pequenos goles. Então tome um purgativo. Após ter aliviado o estômago, tome um banho quente – sem se demorar muito nele – e vá para a cama.”
Para tratar a febre ou o resfriado, tome chá ou água quente – uma, duas, três, quatro, cinco, seis xícaras – até começar a suar. Passe também um pouco de azeite de oliva nos pés e braços, e depois vá para a cama.
Outro método para quando você se resfria: a primeira medida é tomar um purgativo para limpar o estômago e os intestinos do excesso de substâncias residuais. Durante um ou dois dias evite comer; tome apenas três ou quatro copos de água quente e dois copos de suco de espinafre com um pouco de sal, e duas sopas de batata. Coma devagar e pouco – e logo estará bem.
A fim de se proteger de resfriado ao sair de casa, concentre a atenção na garganta: pense em sua laringe e não se resfriará.
Como tratar o alcoolismo? Faça o alcoólico beber dois ou três litros de água todos os dias e ele se curará. No processo de tratamento, ele deve começar com uma quantidade pequena de água e aumentá-la gradualmente: tomar uma xícara no primeiro dia, duas no segundo, três no terceiro, então quatro, cinco, seis – até alcançar quinze a vinte xícaras por dia. Se seguir essa recomendação, ele acabará por deixar a bebida. Mesmo quem bebe muito, se chegar a amar a água, abandonará o vinho e o conhaque.
Quanto melhor o sono de uma pessoa, mais saudável ela se torna. Durante um mês, procure dormir calmamente, sem pensamentos e sentimentos confusos, e verá que seu estado melhora. Se você sofre de neurastenia, vai curar-se. Para ser feliz, fique longe de pensamentos e desejos negativos.
Pessoas ansiosas devem fazer excursões. A montanha afeta o sistema nervoso de modo extremamente terapêutico. Cure o nervosismo com exercícios físicos e com música. Não tome água fria e coma pouco.
Os pés devem ser quentes – isso é sinal de saúde. Se esfriam facilmente, a pessoa não é saudável. Pés frios são a primeira condição para a neurastenia. Quem é neurastênico e perde a paz de espírito por pouca coisa deve tirar às vezes os sapatos e caminhar na areia fina ou na relva macia. Assim os pés entram em contato com as energias vitais da Terra e rejuvenescem. Durante os exercícios da manhã, ao levantar os braços você recebe energias solares, enquanto os pés absorvem as telúricas. Para assimilar a energia solar, exercite-se pela manhã. Se sua finalidade é libertar-se da energia acumulada durante o dia, faça-o à tarde. A Terra absorve tudo, libera o ser humano dos excessos, a fim de que ele possa novamente receber o Sol. Quando concentra energia em demasia, a pessoa armazena-a em todos os órgãos – braços, pernas, olhos, ouvidos – e, se for tocada em algum desses locais, imediatamente ocorrerá uma explosão. Ao fazer exercícios, ela se liberta desse excesso e torna-se capaz de acolher novas energias.
O neurastênico é o indivíduo que se confundiu no labirinto dos próprios pensamentos e sentimentos, perdeu o caminho e agora não consegue sair e encontrar a liberdade. Sua situação é semelhante à de uma pessoa que tem três contas para pagar em um dia, mas não tem dinheiro e se pergunta como resolver a questão. Qual é o remédio para tal neurastenia? – Procurar o credor e pedir-lhe para aumentar o prazo de pagamento das faturas.
Se você é nervoso, tente fixar o olhar de maneira calma, sem piscar. Desse modo, conseguirá concentrar o pensamento e ajustar o sistema nervoso.
Um indivíduo está acometido de neurastenia ou de um estado de ânimo ruim. É recomendável que dê uma caminhada curta até um jardim ou bosque próximo, volte-se para o leste e apoie o dorso em uma árvore maciça – olmo, carvalho ou pinheiro, pondo a mão direita sobre o peito, e a esquerda nas costas. Que faça então uma breve contemplação sobre a influência da árvore; em cinco, dez ou quinze minutos, uma hora no máximo, seu estado de espírito mudará e obterá certa força. Um intercâmbio acontece entre seu organismo e o da árvore – o que causa uma melhora. Ele deve procurar a mesma árvore mais uma vez, duas, ou três, e ela o curará. Esse é um modo natural de se restabelecer, usado pelos antigos.
Uma segunda maneira de curar: novamente, se você está de mau humor ou sofrendo de neurastenia, vá até uma aldeia em que o trigo começa a amadurecer no verão; dentro de uma hora vai sentir grande alívio. Se fizer essa caminhada todos os dias, os efeitos serão ainda maiores.
A fim de melhorar a vista, saia depois da meia-noite, das doze à uma, quando o céu está cheio de estrelas, e observe-as. Faça-o ainda que a noite esteja escura, ou mesmo que haja um temporal. Depois compare como seus olhos são afetados pela noite clara e pela escura. Esses experimentos são bons tanto para melhorar a visão como para fortalecer o sistema nervoso.
Existem diferentes exercícios que põem em movimento todos os músculos dos olhos. Se estes não são exercitados, enfraquecem gradualmente e perdem a capacidade de ver. Cada movimento dos olhos está ligado a determinado pensamento. Quando você os leva para cima ou para baixo, para a esquerda ou para a direita, ou diagonalmente, detecta um pensamento muito específico.
Modernamente as pessoas se queixam de ter olhos débeis. É natural que eles se fragilizem se não se movem. Exercite-os, para que lhes seja enviada maior quantidade de sangue. Levante-os frequentemente na direção da luz e depois os abaixe gradualmente – até onde a grama cresce e brota.
Quanto maior a Luz da mente humana, melhor a memória. Quanto maior a memória, mais energia ela gasta. Quem deseja ter boa memória deve esforçar-se para aumentar a Luz em sua mente.
Uma memória falha é sinal de que há rachaduras nos canais por onde flui a energia; o resultado é que parte dessa energia escorre para fora. A fim de recuperar as lembranças, a canalização precisa ser consertada. Para as queixas atuais de distúrbios nervosos, o remédio é exatamente o mesmo.
Quando o cérebro e o coração do ser humano estão apartados, a memória sofre.
Quanto mais descontrolados os sentimentos, mais fraca é a memória. Ela se debilita também por causa de grandes sofrimentos e angústia, medo ou choques emocionais intensos.
Sentimentos antinaturais causam perda de memória.
Quem é capaz de trabalhar com a raiva fortalece a memória. Quando o indivíduo não o consegue, ela começa a falhar progressivamente. Isso significa que os lapsos devem-se à ira e apreensão constantes. – “Quero fortalecer minha memória.” Para tanto, cultive a paz interior e a harmonia.
Dificuldades de memória são causadas pelo excesso de ácido lático armazenado no cérebro.
Qual é a razão para a memória fraca? – A distribuição inadequada das energias. O que é a memória? Um armazém do cérebro. Algumas pessoas têm naturalmente boa memória, ao passo que a de outras é fraca. Quando a memória humana é melhor? – Quando a pessoa ama sua ocupação. A conexão entre subconsciente, consciência e autoconsciência é a mais propícia à memória. Se um pensamento estranho ao indivíduo penetra em sua consciência, preocupando-o continuamente, pouco a pouco ela se vai.
O sistema mais perfeito do ser humano é o neurológico. Portanto, é bom que ele seja ativo. Enquanto funciona adequadamente, a pessoa pensa, sente e age bem.
O sistema nervoso consiste em múltiplas extremidades nervosas, que recebem as impressões do mundo externo e as expressam através do pensamento. Se essas terminações estão desvirtuadas, o sistema como um todo também estará. Elas são como antenas: recebem e transmitem. A memória débil deve-se a essa distorção. Quando o estado das extremidades melhora, o mesmo acontece com a memória. Isso pode acontecer por muitos meios: um deles é a nutrição. Por exemplo, devem-se consumir nozes para intensificar a energia cerebral – mas é importante saber como comê-las. Também se recomendam diversas outras plantas. Do mesmo modo como as ideias afetam a vida mental da pessoa, as plantas influenciam o sistema nervoso. Assim como o alimento determina o estado de saúde do ser humano, os pensamentos condicionam o funcionamento normal de sua vida mental.
É fácil recuperar a força original da memória. Como? – Restabelecendo a unidade da mente. Expulsando dela e do coração os sentimentos demasiado intensos.
Como melhorar a memória? – Treine a respiração profunda. Nunca coma demais. Não consuma alimentos desfavoráveis, difíceis de digerir. Experimente métodos de concentração. Ao ler, reflita sobre o que está lendo e não permita que o pensamento vagueie.
Digamos que sua memória está falhando. Ao ir para a cama cada noite, introduza no subconsciente o pensamento: “Amanhã minha memória estará melhor”. Depositar no subconsciente esse pensamento positivo tornará as lembranças progressivamente mais nítidas.
Um exercício para reforçar a memória: ponha os braços na cintura. Então erga a perna direita e toque com ela o quadril esquerdo, o mais alto que puder. Repita levantando a perna esquerda, depois a direita novamente, etc., durante dez minutos. Esse exercício desenvolve a estabilidade e resistência do organismo e atua também sobre a memória. Faça-o regularmente para obter resultados.

(extraído do livro: The Master BEINSA DOUNO. Health and Sickness. Sofia: Vsemirno Bialo Bratstvo Publishers, 2002) 

 [1] Milefólio: planta (Achillea millefolium) cujas extremidades floridas têm propriedades antiespasmódicas, emenagogas e anti-hemorroidais.
 [2] A difração é um fenômeno físico que ocorre com qualquer tipo de onda, como, por exemplo, as ondas sonoras e os raios de luz, e que pode ser entendido como o desvio da trajetória retilínea da onda após ela passar pela aresta de um objeto.
 [3] Refratar a luz = desviá-la de sua direção primitiva. Diferença entre refração e difração: refração é a mudança de direção da onda que ocorre quando ela viaja de um meio para outro – sempre acompanhada de uma alteração em seu comprimento e velocidade; difração é o encurvamento da onda ao passar por obstáculos e fendas.

Tradução: Maria Eugênia da Rocha Nogueira
 e-mail: mariaeugeniarn@yahoo.com.br
WhatsApp: (11) 9.9140.0649