Artigos e Notícias


Saúde e Doença - V Higiene

24/03/2020

A vida nova à qual você aspira implica uma nova higiene, que começa com o pensamento, os sentimentos e as ações.
A saúde é determinada pela higiene do ser humano na vida física, emocional e mental. No mundo físico, a higiene requer que ele saiba como comer, beber água e respirar e, finalmente, como dormir.
A pureza é a primeira condição necessária para o desenvolvimento adequado do homem. A higiene física, emocional e mental é exigida de todos. Quando o corpo do ser humano é puro, ele é saudável. Quando seu coração é puro, ele tem uma aparência de frescor e o olhar límpido. Quando sua mente é pura, uma luz agradável e suave emana de seu rosto.
Para melhorar a vida, assim como o estado de saúde, recomenda-se a higiene interna e externa. A pureza pode aprimorar a saúde, manter a energia e prolongar a vida.
O ar, a água, o alimento, a luz e o calor são elementos que a nova ciência emprega como métodos para a resolução fundamental dos problemas da Vida. Quem compreende suas propriedades e aplicação pode tornar-se saudável em poucos minutos.
A força humana não vem apenas do alimento físico. Ela depende de como você usa o ar que inala, como o dirige para todas as células dos pulmões, a fim de que a respiração seja regular. Sua força relaciona-se com saber administrar as correntes de seu sistema nervoso simpático [autônomo ou vegetativo], principalmente do plexo solar e do cerebelo. Para ser saudável, aprenda a ajustar as energias do estômago. Finalmente, sabendo como harmonizar os pulmões, o sistema nervoso simpático e o digestivo, comece a estudar o cérebro, que é o ser humano real.
 Os mestres religiosos do passado davam a seus discípulos diferentes métodos, alguns referentes à nutrição, outros à respiração adequada, ainda outros aos bons relacionamentos, assim como aos pensamentos e sentimentos. Recomendavam a oração como método para restaurar a harmonia plena e a completa coordenação dos órgãos.
Nós que viemos à Terra devemos purificar nossa vida, nosso cérebro e coração, a fim de ter saúde.
A primeira condição para ser sadio é que sua cabeça seja fria, de modo que não flua sangue demasiado para ela; mas os pés devem ser mornos. Quando o pensamento é limpo, sem impurezas, a cabeça é fria. Deve haver Luz na mente, com certa Calidez, mas não calor. A mente necessita de Luz e o coração, de Calor.
Em relação à saúde, o que você tem de fazer primeiro é melhorar a circulação. Uma das condições para consegui-lo é libertar o pensamento dos resíduos do passado, de todas as compreensões antigas e errôneas. O ser humano deve ter o pensamento livre. Sem isso, ele tomba no pessimismo – um sinal de que há certos restos em seu coração, determinada matéria que lhe é alheia, da qual ele precisa libertar-se. Para alcançar esse resultado, respire profundamente – excursões e caminhadas subindo a montanha ajudam. Se um indivíduo deseja recuperar seus belos pensamentos e sentimentos, deve fazer exercícios físicos, ginástica, sair a passeio e praticar esporte.
É possível também realizar tudo isso mentalmente, mas se requer grande poder. Gasta-se mais energia nos exercícios mentais do que nos físicos.
A felicidade depende de três condições: modo correto de respirar, de se nutrir e de caminhar.
Segundo uma lei natural, ninguém tem direito de despender maior energia do que a necessária. De acordo com outra lei, ninguém pode dispensar aquilo de que precisa. Se a pessoa come mais do que necessita, engorda. Se come menos, definha. A higiene da vida requer que o ser humano seja moderado na nutrição, assim como nos sentimentos e pensamentos.
Qualquer pensamento, sentimento ou ação que perturbe o organismo humano não é higiênico. Mantenha-se afastado de tudo o que destrói a vida.
Evite o medo, o ódio e os pensamentos negativos, que criam certos resíduos e venenos no organismo. O amor é portador do elixir da Vida.
Novas ideias exigem higiene mental, mas não a que é atualmente recomendada. Modernamente, as pessoas precisam encontrar o tipo de alimento necessário para seu cérebro. Quando se descobrir a nutrição adequada para ele, vai começar o rejuvenescimento da vida humana.
Atualmente as pessoas carecem de higiene tanto no sentido exato como amplo da palavra. Em sentido estrito, a higiene requer pureza absoluta do corpo e da casa. Em sentido lato, o que se exige é a perfeita pureza de mente, coração e alma.
Pureza e santidade são a mais elevada higiene atingida pelo cristianismo. Hoje, quando falo de Amor, tenho em mente a mais perfeita higiene que se pode recomendar ao mundo moderno. Praticar Amor na Vida é manter a condição saudável do organismo, que permite à pessoa cumprir sua missão.
Aprenda a ser pontual, é uma necessidade. Coma, vá para a cama e levante-se na hora certa – esteja sempre a tempo.
 Conhecendo os métodos da Natureza, aplique-os. Por exemplo, ao se curar de uma doença infecciosa severa, a pessoa deve queimar tudo que usou – roupas, livros e vasilhas. Tudo que está impuro e infectado deve passar pelo fogo para se renovar.
Após usar um hospital durante trinta anos, deve-se atear fogo a ele. O mesmo tem de ser feito com roupas e utensílios – mas o edifício precisa ser queimado e reconstruído. As paredes, o teto e o assoalho ficam impregnados – com uma infecção mental.
Mesmo que usemos as casas mais perfeitas e confortáveis de que a humanidade dispõe hoje, elas não são suficientemente higiênicas – ainda não temos o conhecimento necessário. A luz não se refrata[1]  adequadamente e, em consequência, a maioria das pessoas é nervosa e se irrita facilmente. A refração da luz nas paredes e no forro não é harmoniosa. Mais ainda – os pilares e revestimento não são higiênicos. O mesmo ocorre com as roupas, que deveriam ser costuradas respeitando as exigências da Natureza. Quanto à nutrição, também há desajustes. O principal elemento da nutrição – o trigo – é moído com pedras, o que retira suas qualidades nutritivas. No futuro, ele não será mais triturado a seco.
As casas do futuro serão feitas de vidro. Os raios ultravioletas do Sol passarão através delas, tornando-as higiênicas. Com a ajuda de cortinas, as pessoas regularão a luz, deixando-a entrar em maior ou menor quantidade, de acordo com seu gosto.
 As casas de madeira são mais saudáveis que as de pedra.
 A primeira coisa que espero de meus discípulos é que lavem as mãos com frequência, algumas vezes todos os dias. É preciso ser limpo. O ser humano deve gastar pelo menos uma hora por dia para limpar fisicamente as unhas, o nariz, a boca, os dentes, as mãos, etc. Antes de fazer algo por outra pessoa, lave-se. Se não tiver tempo para isso, é melhor não tentar ajudá-la.
Você observa a norma mais simples de todas, de lavar as mãos depois de realizar qualquer tipo de trabalho? Se respeita mesmo esta que é a menor das regras, isso será uma bênção para você.
Limpar-se é um ato sagrado, que não deve ser realizado rapidamente, como as pessoas em geral fazem; é necessário observar certas regras. Tome uma bacia limpa, despeje água morna nela e lave bem o rosto. Então, com muita delicadeza, enxugue-o com uma toalha macia. Não espirre água demais na face – faça-o suavemente como se a acariciasse, toque-a com leveza. Para que o Pensamento Divino funcione adequadamente em nós, não devemos usar toalhas ásperas para esfregar o rosto. Por quê? – Porque ele é o espelho da alma, reflete nossa conexão com o Divino.
Não jogue a água com que lavou a face em lugares não limpos. Onde descartá-la? – Nas flores, nas árvores, mas de modo algum em locais impuros, onde passam muitas pessoas.
A água fria é apenas para pessoas que têm muito calor, enquanto aquelas cujo organismo está fatigado devem banhar-se em água morna. Quem sente muito calor e necessita de frio pode usar um pouco de água fria, mas não como regra.
Tendo vindo para a Terra, o ser humano deve ocupar-se da pureza física em primeiro lugar. As roupas, os sapatos e o corpo precisam estar perfeitamente asseados. É necessário limpar o rosto, os braços e os dentes uma dúzia de vezes por dia. Não use sempre a escova para os dentes, nem os friccione demais. É suficiente lavá-los com água morna e sabão ou um pouquinho de álcool. Muitas doenças se devem aos micróbios que se desenvolvem nos dentes.
Ao se levantar de manhã, umedeça a cabeça com um pouquinho de água morna, na temperatura de seu corpo. Então penteie o cabelo. Lave-o com água nem muito quente nem muito fria. A temperatura deve ser morna, de modo que, ao pôr o dedo na água, você a suporte.
Como livrar-se da caspa? Vivendo uma vida normal. A vida irregular é a causa da caspa, pois torna a pele seca.
O orvalho contém eletricidade e magnetismo, que precisam ser usados com sabedoria. Portanto, não o sacuda para fora de suas roupas. A gota de orvalho pura traz uma bênção, cujo aroma é sentido por quem tem olfato agudo.
Na primavera e no verão, saia de casa em dias de chuva para ficar bem molhado, não tenha medo dela. Se estiver no meio do caminho, tire o chapéu para banhar a cabeça. A chuva é uma bênção para o ser humano. Quando ela o apanhar, sinta-se grato por estar molhado, por essa ducha que vai recarregar suas baterias. Ela é o mais refrescante dos banhos. A Natureza lava as plantas, que estão permanentemente ao ar livre. Quando chove, elas se refrescam e ficam revigoradas. Os animais, os pássaros, as borboletas se protegem da chuva e por isso têm vida curta.
A pele recebe parte da umidade através dos poros. É por isso que o ser humano deve lavar o rosto com frequência; assim a água entra pelos poros e uma dose de seu magnetismo também penetra na pele. Para isso, use água morna. Existe uma conexão entre a limpeza física e a espiritual.
Para o progresso espiritual, além da Pureza interior, nos pensamentos e sentimentos, também o asseio físico é importante.
Para todos, e especialmente os que trabalham em escritório, recomendo lavar-se da seguinte maneira: ao ir para casa ao meio-dia, tire a roupa da parte superior do corpo, pegue um jarro de barro com a água que você trouxe na manhã do dia anterior, e derrame-a sobre o corpo, da cabeça aos pés. Então se enxugue com delicadeza. Vista roupas limpas e secas e ofereça uma prece de gratidão a Deus pela água que Ele lhe deu. Só então almoce. Os que seguem esse conselho serão sempre sadios e vigorosos.
Você é muito parcial. Lava as mãos quatro ou cinco vezes por dia, mas não os pés; não os limpa, não os tira de dentro dos sapatos e meias para afagá-los, acariciá-los. O pé não consegue respirar livremente dentro do sapato.
Se você quer aproveitar as bênçãos da Natureza, lave todos os dias os pés e as pernas, até os joelhos. Faça-o até três vezes – com água morna de manhã, no lago ao meio-dia e novamente com água quente à noite. É bom lavar partes do corpo. Às vezes isso é até preferível a um banho completo. A Natureza gosta de diversidade. O médico alemão Lui Kunne reconhece essa lei e recomenda que as pessoas fracas e doentes tomem banho sentadas, de modo que apenas metade do corpo seja lavada, enquanto a outra metade permanece seca. No dia seguinte, o paciente deve banhar a parte inferior do corpo, mantendo seca a parte superior. Ou, se alguém lava o rosto pela manhã, deve umedecer a parte de trás da cabeça à tarde. Assim as trocas de energia do corpo ficam adequadas.
Quando a pessoa sabe lavar as mãos da maneira correta, isso tem bons efeitos sobre os pés. E vice-versa – quando os pés são bem lavados, as mãos são afetadas positivamente. Ao molhar as pernas, não se apresse a lavá-las inteiras de uma só vez. A limpeza apressada mostra que a lei não foi compreendida. Mergulhe os pés na água e permaneça assim durante algum tempo. Lave-os mentalmente, até sentir uma sensação agradável, uma espécie de reação nas mãos. Então proceda à lavagem física, lentamente. Assim, as energias de seu organismo se distribuem de modo correto. Depois que o organismo começa a reagir, a pessoa pode lavar gradualmente todas as partes do corpo. Só dessa maneira se alcança o equilíbrio das energias. É frequente as pessoas adoecerem por causa dos banhos, porque não sabem como realizá-los. Por exemplo, alguém toma um banho quente e em seguida uma ducha fria. Essas inversões térmicas bruscas não são para todo o mundo. Quem não é suficientemente forte deve tomar um banho quente e deixar a energia do calor influenciar o organismo. As pancadas de chuva fria na Natureza são boas, mas apenas em condições específicas.
Alguém diz: “Tomo banho frio para fortalecer meu organismo”. Enquanto a pessoa não é forte, essas mudanças súbitas ocasionam reações que enrijecem o corpo, levando o organismo a acumular uma quantidade maior de eletricidade, com a qual ele não consegue lidar facilmente.
Quanto aos banhos frios, recomendo banhos de chuva a todos, especialmente durante os meses de novembro, dezembro, janeiro, no máximo até meados de fevereiro[2]. Durante esses meses, os pingos de chuva são mornos e plenos de eletricidade e magnetismo, o que não acontece no resto do ano.
Quando você não pode tomar chuva, é bom tomar banho com água aquecida a 35 ou 40 graus centígrados – próxima da temperatura natural do corpo. Muitas fontes naturais proveem essa água. Acima dessa temperatura, a água passa a ter uma qualidade desagradável.
É bom deixar a chuva cair não diretamente sobre o corpo, mas sobre uma roupa de tecido fino. Nesses banhos, os pingos de chuva transmitem um tipo especial de energia, que tem efeito positivo sobre o organismo.
Dou-lhes um conselho: não tomem duchas frias. Nunca lave as pernas com água fria, especialmente depois de comer. Ao tomar banho, cuide da disposição de seu espírito. Procure estar perfeitamente livre e com boa disposição, esquecer todas as dificuldades e preocupações. Um banho desses é uma grande bênção para o ser humano. Na alimentação e no sono, a mesma lei deve ser observada. É bom comer e dormir no melhor estado de espírito. É preciso ter controle em todas as situações da vida.
Agora quero falar dos banhos tomados em lagos. Se você quer tomar um banho frio, mergulhe no lago e saia rapidamente. Não fique muito tempo. Pode mergulhar até dez vezes, desde que saia imediatamente. Tome esses banhos em horas específicas do dia, quando existem na atmosfera ondas cálidas e harmoniosas, que transferem suas qualidades para a água. Ao imergir nessas águas você sente prazer, vigor, alegria e boa disposição. Um banho assim vale a pena. Quando deseja banhar-se na água fria, observe se ela o atrai. Se a resposta for positiva, vá em frente. Existem condições específicas para lavar-se em água fria, que devem ser respeitadas.
Não se recomendam nem secura excessiva, nem umidade muito grande. Se você sua demais, limpe o corpo com uma toalha úmida.
Lave o rosto e as mãos, e também as orelhas, várias vezes por dia, com água pura. A orelha é um receptor de ondas sonoras e deve ser mantida limpa, sem nenhuma poeira nela ou em suas dobras; se estiver bloqueada, você não conseguirá absorver as correntes saudáveis da Natureza.
Alguém se queixa de que seu cabelo é muito seco, que está frequentemente em desordem e arrepiado. Isto se deve ao excesso de eletricidade acumulada na cabeça. Para livrar-se dela, é preciso ajustar os pensamentos e organizar as correntes de eletricidade e magnetismo no cérebro. Alcança-se esse objetivo tanto de maneira externa como interna. O caminho interior é mais difícil. Exteriormente todo o mundo pode produzir um efeito – umedecendo e penteando o cabelo algumas vezes por dia. Se a pessoa não liberta o cérebro da eletricidade excessiva, sente grande tensão nas têmporas. Para aliviar a pressão e a dor de cabeça, é bom pôr fatias de batata na cabeça. Elas retiram o excedente de eletricidade do cérebro.
No verão, aqueça água ao Sol e lave-se com essa água solar. Tome dois ou três desses banhos por semana. E pode lavar-se parcialmente todos os dias. Quando ficar suado, troque de roupa imediatamente. Nunca deixe uma camisa suada no corpo. Lave a cabeça com sabonete (de boa qualidade e puro) apenas uma vez por mês. Você pode lavá-la com frequência, mas sem usar sabonete – ou só com água ou com greda pura de pisoeiro [calcário fino usado na indústria têxtil para ‘pisoar’ ou limpar o pano]. Aqueça a greda, ponha um pouco de vinagre e dilua-a em água. Espalhe essa lama no seu cabelo uma ou duas vezes e depois enxágue-o com água limpa. Desse modo o cabelo se torna macio e mantém o magnetismo. A perda do magnetismo enfraquece a capacidade de pensar.
Os ventos calmos são agradáveis para tomar banhos de ar. Pode expor-se a eles sem medo. Quando a pessoa descobre o modo adequado de tomar esses banhos, ela compreende o princípio que controla seus pensamentos.
Os cabelos são bons receptores e transmissores. O ser humano mantém-se saudável enquanto absorve e envia corretamente a energia solar. Se o cabelo não a recebe ou não a emite bem, a pessoa adoece. Para ser sadio, poupe sua energia, não a gaste em vão.
A Natureza deu-lhe cabelo em vez de sombrinha. Quando a luz incide sobre sua cabeça, os cabelos a difratam[3]  e ela se torna inofensiva. Se você carrega uma sombrinha para protegê-lo do Sol, priva-se da energia solar.
O que são os cabelos? – Antenas, que conectam o ser humano com o Mundo Invisível. Que sombrinha poderia ser melhor do que o cabelo? Ele refrata a luz adequadamente e diminui seu impacto para que seja recebida sem dor nem prejuízo.
Os cabelos são antenas que absorvem o conhecimento dos mundos superiores. Ao penteá-los, o ser humano põe todas as antenas no lugar.
A conexão do ser humano com o mundo Espiritual é feita pelos cabelos. Não os jogue fora a esmo. Mantenha-os dentro de um saco de papel e, quando for à montanha, faça uma fogueira e queime-os. Guarde também suas unhas cortadas e incinere-as junto com os cabelos.
Umedeça os cabelos frequentemente, usando água pura da montanha.
Qualquer desarmonia de pensamentos e sentimentos afeta seu cabelo. Isso permite que você julgue o estado de seus pensamentos e sentimentos a partir dele. Tenha sempre com você um pequeno pente, para ordenar seus pensamentos e sentimentos, ainda que de forma mecânica. Mesmo que você se penteie dez vezes por dia, não será demasiado.
Algumas pessoas me perguntam por que uso o cabelo comprido. A razão é simples: a saúde. O cabelo longo conserva maior quantidade de eletricidade e magnetismo. Ao cortá-lo, o ser humano priva-se dessa energia. Eu não aprovo cortar o cabelo. É bom que ele chegue pelo menos até a parte inferior da orelha. O cabelo curto encerra eletricidade, enquanto o comprido contém magnetismo. O ser humano pode ter cabelo longo ou curto. Quem deseja desenvolver a mente pode usar cabelo curto sob certas condições. O cabelo comprido é sinal do estado sadio do organismo. Quanto mais puro o sangue e mais saudável o corpo, melhor é o desenvolvimento do pensamento. Se uma pessoa acumulou demasiado magnetismo, é bom cortar o cabelo – será sadio para ela, acrescentará eletricidade ao organismo. Observe o seguinte princípio: mantenha o cabelo macio e não desgrenhado. Por exemplo, se você percebe que ele está desarrumado, significa que acumulou muita eletricidade. Suavize-o com um pouco de água morna – é agradável e terapêutico ao mesmo tempo.
Os norte-americanos acham, em regra, mais higiênico que os homens não tenham bigode nem barba. Mas isso não é muito razoável. Ao retirar a barba, eles expõem a garganta a resfriados. Além disso, quanto mais frequentemente se barbeiam, mais espessa se torna a barba e eles começam a ficar mais rudes. A Natureza criou os pelos porque planejou alguma função para eles. Cabe-nos cuidar deles, saber como ajustar nossos pensamentos e sentimentos.
O descanso é necessário para todos os seres vivos como processo de recuperação. Após ter dormido bem, o ser humano está com os pensamentos e sentimentos renovados, pronto para o trabalho. Através do sono, ele entra em contato com as Energias da Natureza Viva, que o restauram.
Quando a pessoa sabe quando dormir, por quanto tempo e de que maneira, o sono é uma bênção. Se ela não consegue respeitar determinadas normas relativas ao descanso, pode dormir mas não se beneficia do sono. O poder do sono não depende de sua duração. Quem compreende seus princípios pode obter maior benefício de cinco minutos de sono do que de sete horas. Para descansar, é preciso interromper conscientemente a atividade das células cerebrais. Cinco minutos são suficientes. Durante esse tempo, o ser humano sai do corpo e permite que a energia física consciente restaure o organismo. À noite, antes de adormecer, dirija-se às células de seu cérebro, depois às dos pulmões, do estômago e finalmente às dos outros órgãos, dos músculos, dos ossos e diga-lhes: “Ouçam, vou estudar. Durante esse tempo, façam seu trabalho de modo que, quando eu voltar, eu encontre os quartos limpos, ventilados e o organismo inteiro renovado”. As células recebem a ordem e começam a trabalhar a toda pressa, sistematicamente, para cumprir sua função o mais rápido possível. Após terminarem, seu senhor volta para o corpo. Então você se sente alegre e feliz, restaurado pelo sono. É adequado dormir sobre seu lado direito, mas não há problema em estar voltado para a esquerda. Quando as energias da Terra são positivas, a pessoa deve deitar-se sobre o lado esquerdo, que é negativo, a fim de que ocorra uma troca apropriada entre as energias. Quando, ao contrário, as energias sobre a superfície da Terra são negativas, apoie-se sobre o lado direito. Portanto, é preciso saber qual é a polaridade na superfície terrestre – a energia não é a mesma em todo lugar. O homem deve conhecê-la e alinhar-se com ela. Atualmente, as pessoas devem ir para a cama às 22h o mais tardar, e despertar no máximo às 5h. Se conseguirem acordar às 3 ou 4 da madrugada, melhor. Quem deseja viver de modo higiênico e ser saudável deve se deitar e levantar cedo.
Se você quer ter saúde, pule da cama cedo, especialmente em novembro.[4] 
Maio no original (hemisfério Norte).  Às 4 da manhã, já deve estar levantado.
Continuar dormindo depois que o sol nasceu é como manter-se acima de uma cachoeira, com as ondas batendo em você. Esse é o efeito da energia solar sobre o sistema nervoso humano. O sono só tem sentido para descansar – como tal, é uma bênção grandiosa.
O verdadeiro repouso não é alcançado dormindo demais. Quando a pessoa deseja relaxar, deve libertar a mente de todos os pensamentos desnecessários, e o coração dos sentimentos e desejos irrelevantes e opressivos. Eles esgotam e não dão nada em troca. Ao receber a energia da Natureza, a mente deve estar completamente livre.
O sono é um estado em que o ser humano vai além do espaço e do tempo.
Ao se deitar, você deve adormecer dentro de dois minutos. Só é possível consegui-lo quando sua mente está liberta de tudo o que você viveu durante o dia. Também não pense sobre o trabalho do dia seguinte. Quem adormece rapidamente acorda sentindo frescor, boa disposição e prontidão para trabalhar. O ser humano deve dormir como uma criança – acordar na mesma posição em que caiu no sono. É melhor dormir sobre o lado direito, é saudável. Não é bom dormir de costas, e muito menos de bruços.
Adquirir o hábito de dormir adequada e calmamente significa cultivar a vontade.
A Natureza planejou a vida humana do seguinte modo: tempo para descansar, incluindo o sono, tempo para comer e tempo para trabalhar. Estas são três condições naturais. O sono pertence à vida físico-astral do ser humano, a nutrição à vida física e o trabalho à vida mental.
Quer saber se uma pessoa é saudável? Observe o modo como ela dorme. Se ela muda de posição de um lado para o outro, se flexiona e alonga as pernas, não está desfrutando de um bom sono, algo a atormenta. Os movimentos complexos mostram inquietação e falta de paz.
Quanto mais cedo a pessoa concilia o sono, melhor. Por quê? – Quem vai cedo para a cama absorve todo o prana acumulado, isto é, a energia vital na atmosfera. Quem vai dormir tarde não adormece facilmente porque não há prana suficiente para seu organismo. Nunca vá para a cama depois da meia-noite. As horas para se deitar são 20h, 22h ou 24h.
Atualmente, você precisa de sete horas de sono. Se for suficientemente profundo, cinco horas podem bastar.
Se a pessoa desperta algumas vezes durante a noite, isso significa que a circulação sanguínea é inadequada, o estômago está perturbado ou ela sofre de dor de cabeça. A insônia deve-se a alguma desarmonia no organismo.
Não se deite de costas – ou, se o fizer, mantenha a mente bem desperta, concentrada e não adormeça, porque, nessa posição, as forças vitais que se movem ao longo da coluna não conseguem funcionar bem e os nervos ficam pressionados.
Atualmente, as pessoas adoecem porque não sabem como se alimentar, quando se deitar e levantar. Algumas dormem tarde e se levantam às 9h ou 10h da manhã; isso é uma extrema falta de higiene.
Hoje a maioria das pessoas não sabe como repousar e se queixa de nervosismo. Você pode descansar em uma cadeira, mas precisa recostar-se comodamente e relaxar todos os músculos. Pode também caminhar de maneira confortável e serena, andando no ritmo. Descansar significa encaminhar as energias do organismo de modo que elas fluam calma e facilmente, sem tensão. Crianças e adultos devem ser treinados para isso.
Tire vantagem dos elementos da Vida, mas sem excessos. Doente ou saudável, não coma demais, a fim de não gastar mais energia do que o necessário.
Siga estes princípios de Vida: alimente-se só depois de o Sol nascer de manhã e antes de ele se pôr à tarde. Quem quer viver de acordo com as leis da Natureza deve respeitar essas normas.
Observe a seguinte regra: só ponha dentro da boca o que é absolutamente puro.
O que gera impureza no sangue? – A comida impura e insalubre. Sabendo disso, ingira alimentos limpos e sadios; disso depende a pureza do sangue, que influencia, por sua vez, a saúde e o bem-viver. Quando falo de alimento higiênico e saudável, refiro-me não apenas ao físico, mas também aos pensamentos e sentimentos.
Todos devem permitir ao sistema digestivo descansar, deixando de se alimentar um dia por mês – descansar no plano físico, mas continuando a trabalhar no mundo Espiritual. Faça isso na terceira sexta-feira de cada mês; assim, você se absterá de comida por 12 sextas-feiras todos os anos. O jejum deve começar ao meio-dia da quinta e terminar no mesmo horário da sexta. Isso favorece a restauração do sistema nervoso.
Modernamente, as pessoas saciam a fome com o alimento físico. É possível alimentar-se também de ar, mas de maneira especial. Como absorvê-lo? – Através dos poros. Mas os poros das pessoas de hoje estão bloqueados e, em consequência, elas não conseguem usar o ar como nutrição. Para abrir os poros, é preciso jejuar. Quando estão abertos, o ar penetra através deles, nutrindo o corpo. Assim, torna-se possível adquirir grande força com pouca quantidade de comida.
A água com aditivos orgânicos faz mal ao organismo. A água destilada melhora o estado de saúde. O homem de hoje deve beber no mínimo um litro ou um litro e meio de água por dia – sempre pura, não contaminada.
Ao beber água da fonte, tome-a na mão e sorva-a, não ponha a boca diretamente no manancial. Isso o impedirá de contrair resfriados.
Estando com sede, evite tomar água fria. Mantenha sagrado o seguinte princípio: ao chegar a uma fonte, mesmo que esteja muito sedento, permaneça pelo menos dez minutos diante dela e contemple a água jorrando. Só então beba. Mesmo no copo, tome apenas uns golinhos de água e pare. De novo alguns goles, até terminar toda a água do copo desse modo. Leve pelo menos 15 minutos para esvaziá-lo – e veja se apanha algum resfriado.
Pegue um copo de água, contemple-o por um tempinho e beba apenas um gole; concentrado. Só assim a água purifica o organismo. Somente desse modo ela traz para ele a graça Divina. Receba a água internamente, para depurar-se. Atualmente, as pessoas tomam banhos de modo externo, mas o resultado não é suficientemente bom. Se você não toma um banho interno com água pura regularmente – de manhã, ao meio-dia e à noitinha –, não pode confiar em sua higiene. Do mesmo modo como absorve a água, deve receber a luz e o ar. Isso proporciona saúde, boa disposição e contentamento.
As roupas do sábio devem ser feitas de material vegetal. Também se podem recomendar as feitas com lã de ovelha.
Os melhores tecidos para uma pessoa que está se educando e cultivando são o linho e o algodão. Lã é para quem está doente. A vestimenta deve ser costurada sem forro. Se você é saudável e usa lã – em vez de um traje forrado –, forma-se uma cobertura magnética entre seu corpo e a roupa, que impede que o frio de fora penetre. Mesmo as roupas mais finas, se permeadas de magnetismo, conservam o calor.
Faça para si mesmo uma peça de vestuário de pura lã, impregnando-a de seus bons pensamentos e sentimentos, e vista-a. Ela terá energia magnética, que lhe confere a capacidade de curar. Não dê a outros uma roupa que você usou quando estava doente. Não é bom costume distribuir os trajes de pessoas que morreram.
A lã não é boa condutora de calor; o algodão, sim. Use roupas de algodão no verão, e de lã no inverno.
Quem se veste todo de seda é um egoísta, que pensa apenas em si mesmo. Você pode usar alguma peça, mas não trajar-se inteiramente com esse tecido. As roupas de algodão são as mais sadias. A lã é melhor que a seda.
As vestimentas devem ser folgadas, de modo que o corpo receba ventilação e as correntes elétricas e magnéticas fluam livremente. Devem também ser leves.
Do ponto de vista da higiene, o chapéu-coco não é recomendável. O gorro de pele búlgaro também não. Por quê? – Eles não são higiênicos, porque a higiene requer que chapéus e roupas não fiquem ajustados demais, para permitir trocas de ar.
Queime as roupas velhas, assim como as das pessoas doentes. A higiene requer isso de tudo que a pessoa usou quando estava sofrendo de uma doença grave ou de estados mentais dolorosos. A nova higiene exige inclusive que as pessoas mudem de casa frequentemente, especialmente após vivenciarem um grande sofrimento.
Se tivessem caminhado descalços no verão, agora a maior parte de vocês estaria saudável. Não creia que os sapatos sejam muito úteis. Não, no verão devemos tirá-los para receber a energia da Terra.
Está quente lá fora, o Sol está brilhando. É melhor sair descalço e absorver a energia da Terra – ela o curará.
Na montanha, ande descalço pelo menos duas ou três horas por dia. Quando o Sol resplandece, a grama é cálida e as pedras, quentes. Use essas horas para entrar em contato com as energias da Terra. É um privilégio caminhar de vez em quando sem sapato nas clareiras, prados e rochedos.
Ande descalço no verão e especialmente no início de novembro [5] , de modo que seus pés estejam em conexão com a Terra, e a eletricidade e magnetismo terrestre passem para você. Quem não está acostumado a caminhar assim deve fazê-lo apenas por uma ou duas horas após o nascer do Sol. É muito bom. Recomendo que homens e mulheres saiam de pés nus ao amanhecer, mas fora da cidade, em algum lugar bonito.
Para aqueles cujo cabelo está caindo e que sentem dor de cabeça, é bom andar três ou quatro horas por dia sem chapéu. Caminhar ao Sol assim é terapêutico para a cabeça. Mas no verão, das 10h às 12h, é bom usar uma proteção, porque os raios de Sol produzem grande abalo no cérebro. A partir das 16h ou 17h já se recomenda caminhar sem chapéu. O melhor é andar com a cabeça descoberta durante sete a oito horas diariamente, mas isso deve ser alcançado gradualmente.
Não mantenha a cabeça inclinada para baixo, para a Terra, pois as energias telúricas influenciarão seu pensamento. Portanto, levante a cabeça para conectar a mente com as energias emanadas do Sol. De tempos em tempos, é necessário, sim, olhar para baixo, em direção à Terra, mas fazê-lo constantemente gera distorções.
Permaneça sempre com a cabeça ereta. Por quê? – Porque isso permite que as energias vindas do Sol passem livremente por seus pulmões. Senão, elas não conseguem atravessá-los, o que perturba a saúde. Caminhe reto, não ande curvado. Cada inclinação afeta nocivamente os pulmões. Respeite essas normas para ser livre.
Muitas pessoas hoje negligenciam o corpo. Acham que podem ser saudáveis sem prestar atenção especial a ele. Cuide de seu organismo como de uma máquina que lhe foi dada para trabalhar, não se envergonhe disso. Esse mecanismo encerra potenciais de todas as culturas anteriores, assim como das culturas presentes e futuras.
Mantenha a cabeça sempre em posição perpendicular ao Sol, e nada além disso. Desse modo serão corrigidos muitos estados mentais que lhe causam nervosismo e má disposição de espírito.
Esforce-se para corrigir a corcunda. O peito saliente mostra que você deseja estudar. Um dos princípios a ser seguido pelo discípulo é que ele deve ser gracioso nos movimentos, ações e aparência.
Quando o tórax começa a afundar, é mau sinal. Se é o abdômen que se projeta para fora, significa que estão sendo feitos alguns depósitos no mundo físico, e não tardará muito para que a pessoa adoeça. Então, a primeira condição para todos vocês – jovens e velhos – é caminhar ereto, não inclinado. Isto é um princípio. Se a pessoa não consegue transformar o próprio corpo, que é o resultado de sua alma, como poderá trabalhar com forças superiores? O poder do ser humano depende da influência racional que é capaz de exercer sobre seu corpo senciente. [6]
Se você caminha de maneira adequada, será saudável; se o faz de modo errôneo, vai gerar estados doentios.
O tipo apropriado de movimento é aquele que ativa o corpo inteiro. A cabeça também participa, junto com as pernas, e todo o corpo se move como em uma onda. Se você andar nas montanhas desse modo, não sentirá fadiga.
As pessoas atualmente pisam primeiro sobre o calcanhar e depois sobre os artelhos. Assim, caminham batendo o pé, o que causa um abalo na coluna, ao mesmo tempo que uma corrente é sentida no cerebelo, tornando-as nervosas. Portanto, você deve tocar o chão primeiro com os dedos dos pés, andando com naturalidade e graça. A facilidade nos movimentos dos pés é resultado do pensamento. Se sua mentalidade é materialista, você vai andar de maneira a fazer a Terra tremer. É sinal de que está mais conectado com o centro da Terra do que com o do Sol.
Durante a gravidez, a mulher deve dispor das melhores condições de vida: alimentar-se adequadamente, nunca antes do nascer do sol nem depois do poente, ter uma disposição de espírito boa e harmoniosa. Precisa respirar profundamente, e pensar e sentir corretamente. Como esse é o estado em que ela está mais sensível e receptiva, e com muita imaginação, as pessoas próximas – e ela própria – devem procurar as mais sublimes vistas, ocupações e divertimentos. Suas caminhadas matinais podem ser feitas ao nascer do Sol, por jardins em que brotam flores belas e perfumadas, e em que crescem boas árvores frutíferas. Onde a Vida prospera e se desenvolve, há um significado a ser descoberto. A pureza, tanto física como espiritual, é um requisito necessário para a grávida. Onde ela a encontraria mais presente do que na Natureza? Para isso, que ela procure as fontes e rios cristalinos, cujas águas refletem o ideal de sua vida. Noites calmas e agradáveis, em que o céu está povoado de numerosas estrelas cintilantes, são também uma visão privilegiada para a futura mãe.
A grande sensibilidade da mulher grávida faz que tudo se reflita sobre a criança. Sabendo disso, ela deve evitar encontrar pessoas com defeitos físicos ou mentais.
Se a mãe deseja dar à luz um ser humano bom, sensato e saudável, deve manter essa ideia sempre na mente. A criança que nascerá dela será a que ela deseja. Está em suas mãos o que seus filhos serão.
Mães que têm paz de espírito dão à luz filhos sadios. A mulher que passa o tempo da gravidez preocupada com as condições de vida, ou com acasos desfavoráveis da Natureza, gera crianças fracas e sem saúde.
O leite materno tem enorme importância para a criança. Quando esta toca o seio, é influenciada pela energia magnética da mama, não apenas pelo leite. Se outra mulher amamenta o bebê, o efeito não é o mesmo. A mãe emana uma energia que engrandece a criança. Por isso, nesses momentos ela deve cultivar o melhor estado de espírito e não guardar raiva alguma.
A primeira influência sobre o ser humano vem dos pais. A mãe afeta a criança já desde o útero, com seus pensamentos, sentimentos e ações. A maneira como ela come durante a gravidez e o alimento que dá à criança depois do nascimento também têm importância especial. O que a criança será depende da vida espiritual da mãe.
Os altos cumes das montanhas são centros dinâmicos, reservatórios de energia que serão usados no futuro. Conectam-se com o centro da Terra e o Sol. Ao mesmo tempo, são bombas que arremessam as impurezas para fora. Por exemplo, quando você está indisposto e escala um pico, sua má disposição se desvanece e você volta revigorado e restaurado. No vale as pessoas se sentem mal, deprimidas e tensas. Se sobem a montanha, o estado de espírito ruim desaparece.
Escalamos para alegrar-nos com essa bênção da Natureza, a luz e o prana, a eletricidade e o magnetismo. Atualmente as pessoas sofrem porque não vão até a Natureza. Somos pessoas condenadas, prisioneiras. Você acha que um edifício de quatro, cinco, até dez andares, pode ser sadio? Com respeito às condições em que vivemos agora, nossa cultura não é das melhores. É necessário um modo de vida mais sensato.
Quando estamos na Natureza com o pensamento concentrado, podemos atrair para nós suas energias, que são ascendentes – e utilizá-las. Pode haver, evidentemente, algum tipo de desarmonia, que é inevitável – e você a superará; mas não seja a causa das dificuldades.
Quem é frágil e nervoso deve levar consigo uma camiseta para trocar se o tempo estiver bom. Porque se você deixa o suor secar no corpo, ele penetra de volta através dos poros e você não se beneficia do passeio, mas, ao contrário, é prejudicado.
Quando for à montanha, caminhe lenta e pacificamente, sem pressa. A cada 100 metros, descanse por cerca de 30 segundos, de pé – e absorva energia. Quanto mais alto você chega, mais devagar deve ir. Desse modo vai se acostumando com as energias da Natureza e aprende a usá-las adequadamente. Se não, elas se opõem a você. Se as forças da Natureza lhe resistem, você gastará sua energia sem aproveitá-las.
Caminhar por uma montanha alta melhora a condição do sistema respiratório. Assim, aumenta o potencial para a vida espiritual.
Quando você anda por um bosque onde o ar é puro, interrompa-se de vez em quando para respirar profundamente.
Um dos métodos para melhorar o sistema respiratório é fazer excursões na Natureza. Se, após o passeio, os pulmões não estão abundantemente nutridos, o objetivo não foi atingido.
Quando você passeia na Natureza, respire corretamente e use algum tempo em contemplação.
Quando você sai para excursionar, escolha os lugares bem iluminados pelo Sol – as encostas setentrionais [7] da montanha. Ao se sentar no chão de terra, mantenha a mente bem desperta, porque todas as doenças se devem à alienação. Para não adoecer, a mente humana precisa estar ou inteiramente alerta ou completamente adormecida. Observou-se que pessoas que não pensam nem se preocupam não ficam doentes.
Subindo a montanha, ao sentir sede não tome uma água qualquer. Faça uma pausa, olhe ao redor e procure a fonte mais límpida. Incline-se, ponha as mãos em concha e beba a água pura da montanha.
Saindo a passeio, escolha beber a água exposta ao Norte[8]  porque as fontes situadas desse lado estão cheias de energia criativa e são muito saudáveis. Não tome água das fontes do lado oposto.
Saiba que, durante o mês de janeiro[9] , a chuva na montanha é uma grande bênção. Recebê-la vale tanto quanto cem duchas comuns. Nesse mês, cada pingo de chuva está repleto de eletricidade e magnetismo.
Existem na Natureza flores cuja fragrância pode libertá-lo de maus hábitos. Simplesmente contemplar certas cores delas em determinadas horas do dia produz uma transformação em sua mente. Esses matizes agem de modo magnético e conferem sabedoria ao ser humano.
A bênção de Deus não vem do exterior, está na Natureza – nas rochas, nas plantas, nas fontes, no ar e na luz. Existem pedras preciosas cujo poder ainda está oculto para as pessoas. Se você carrega uma delas com você, terá saúde e boa disposição. Algumas fontes têm qualidades especiais, que os cientistas ainda não conhecem. Quem toma a água que jorra delas consegue lidar facilmente com suas doenças.
As pessoas que plantam árvores frutíferas e cuidam delas adoecem menos do que as outras. Cultive-as se quiser ter boa disposição de mente e coração. Se você ama uma fruta, plante sua semente e caroço.
Mesmo estando doente, se você ama as flores logo se curará. Elas reajustam o sistema nervoso. A pessoa nervosa deve regar flores vermelhas e aspirar seu perfume.
Quem quer ser saudável e não sofrer deve cultivar flores. Elas curam e rejuvenescem o ser humano.
Ame as plantas e as florestas a fim de entrar em contato com as forças que agem nelas. Elas são armazéns de energia, dos quais o ser humano pode retirar o que é necessário a seu organismo.
A floração nutre as pessoas. É uma tristeza muito grande uma pessoa viver em um mundo sem flores.
Cultive flores, frutos e vegetais como método para se desenvolver corretamente. Cada planta e fruta da qual a pessoa cuida doa-lhe suas características. Por exemplo, é bom cultivar a seringueira. Ela confere calma e um bom estado mental; é para pessoas do tipo intelectual. Se você quer se tornar ativo e cheio de energia, plante cerejas, principalmente as vermelhas. Para fortalecer a fé, cultive ameixas.
O programa de todos os sistemas religiosos recomenda cuidar de plantas como prática de trabalho. Elas curam o ser humano. Semeando-as, ele absorve sua energia mágica. Cada um deve ter em seu jardim alguns canteiros com alho, cebola, salsinha, pelos quais deve zelar com atenção e amor.
Tenha contato com tudo que foi criado por Deus – as flores, as árvores que dão fruto. Para ter saúde, plante flores em seu jardim ou em vasos e cuide delas. Cultive árvores frutíferas e vegetais em seu quintal a fim de estudá-las e utilizar suas energias. Relacione-se também com os raios solares.
Sendo bom condutor de calor e eletricidade, o ouro mantém a saúde do organismo. Portanto, o ouro orgânico no sangue humano transmite as energias da Natureza.
O corpo humano necessita de muitos elementos diferentes além do ouro. Este é portador das energias de Vida da Natureza, ao passo que a prata limpa o organismo de substâncias desnecessárias. O ferro fortalece. Mas se entra uma quantidade excessiva dele no sangue, o homem embrutece. Cada elemento tem sua função, desde que seja usado em uma quantidade determinada.
O prana é uma necessidade para o organismo; a saúde depende dele. Por isso é recomendável que as pessoas estejam ao ar livre de manhã cedo – para receber maior quantidade de prana. Então, devem assimilar a energia que obtiveram e usá-la com sensatez. Se não, ela lhes fará mal.
No princípio da primavera há mais prana e os organismos estão mais receptivos a ele. No verão, é o calor que aumenta, não o prana. Existem certos sinais para reconhecer quando o prana é mais abundante na Natureza.
Condições para que o ser humano seja sadio: pés e mãos devem estar sempre cálidos e a cabeça, fria (pode ser morna, mas nunca quente). A pele deve ser um pouco oleosa; se estiver seca e áspera, denota dureza de sentimentos. Para manter o organismo em boa saúde, é preciso conhecer-se, observar os próprios pensamentos e sentimentos e estar sempre pronto a se corrigir.
O que é exigido do ser humano: alimentar-se corretamente, respirar e pensar de modo adequado.
Faça refeições sadias, de primeira qualidade. Beba sempre água pura. Respire ar limpo. Estes são três princípios para o mundo físico. Se você os segue, terá sempre saúde. Elevando-se para o mundo das ideias e emoções: alimente-se sempre de pensamentos e sentimentos saudáveis. Se você acolhe um sentimento opressivo no coração ou um pensamento destrutivo na mente – mesmo que apenas um –, inevitavelmente adoecerá.
Tudo depende do pensamento. Com esse conhecimento, é possível sair descalço no inverno e correr de 5 a 20 minutos, ou mesmo mais, sem se resfriar. Quando o pensamento é concentrado, a pessoa não fica gripada. Ela pode dirigi-lo para os pés, por exemplo, encaminhando para eles as energias de sua mente e assim protegendo-se do frio. Mas somente pessoas fortes, capazes de se concentrar, conseguem fazer essa experiência. Após correr por algum tempo na neve, a pessoa deve entrar em um quarto morno e limpar as pernas com um pedaço de lã, até que se aqueçam.
Não admita a ideia de que pode resfriar-se. Até um simples pensamento já é um convite para a doença.
Você pode curar-se sozinho com o auxílio da vontade. Quando ela participa, você pode ficar do lado de fora da casa, no frio, durante horas, com roupas leves, e não apanhar uma gripe. É possível criar na mente uma roupa cálida, magnética, que o proteja mesmo em temperaturas muito baixas. Sem essa vestimenta, sem a participação da vontade, não importa quão bem agasalhado esteja, você ainda pode sentir frio e adoecer.
Vivendo na Terra, o ser humano precisa de ar para alimentar o duplo etéreo, para seu corpo astral. O ar contém um tipo especial de energia, que os hindus chamam de prana. Outros cientistas o denominam magnetismo vital. Você vai à montanha não só pelo ar puro, como muitos pensam, mas também pelo prana. Saia de manhã cedo, a fim de receber os raios luminosos do Sol para nutrir a mente, e seus raios térmicos para alimentar o coração. É de manhã que os pulmões absorvem melhor o prana do ar.
As principais normas de higiene da nutrição correta são as seguintes: recepção adequada da luz, do calor, do ar e do alimento sólido.
O que você precisa fazer antes de tudo é abrir os poros do corpo. Isso pode ser feito através da água, que causa o suor. Ela tem poder mágico.
Atualmente, as pessoas não sabem como beber água, e quanto. Todo organismo precisa de determinada quantidade de água, para manter a umidade no interior das células e não correr risco de desidratação. Pessoas com pouca umidade geralmente são nervosas, magras e irritáveis. Sem umidade interna e água externa, o ser humano não consegue purificar o organismo dos depósitos exteriores e interiores. Caso esses resíduos permaneçam no corpo, causarão doenças indesejadas. Se você não quer ficar enfermo, cultive o pensamento sobre o efeito favorável da água em seu organismo. Tome água conscientemente e não pense em doença. Ao contrário, concentre-se na saúde, no belo e supremo na Vida, e não tenha medo de nada.
Pelo menos duas vezes por semana, provoque o suor tomando água quente. Beba alguns copos, espremendo várias gotas de suco de limão. Depois de suar bastante, limpe o corpo com uma toalha molhada e troque de roupa. Então beba mais um ou meio copo de água quente. A água pura aquecida ajuda a liberar o sangue dos depósitos de ácido lático e úrico. A fim de ser saudável, o ser humano deve ter o sangue perfeitamente limpo. Quando a circulação sanguínea melhora, o prana é recebido de maneira mais adequada.
Então eu recomendo duas coisas: tomar água quente a fim de purificar o corpo e suar; e respirar profundamente. Faça uso de ar fresco e água pura. Quando for à montanha, traga de lá pelo menos um litro de água pura.
Cuide da saúde antes de adoecer. A moléstia e as condições doentias apontam para estados mentais perturbadores. Em minha opinião, não existem enfermidades, apenas disposições de espírito dolorosas. Estas causam desordem em algum órgão que, em consequência, adoece. Sabendo disso, previna-se prestando atenção às causas dos estados doentios, para que não se tornem enfermidades. Como? – Mantendo a pureza interna e externa do organismo.
Os poros da pele influenciam imensamente a situação do estômago. Quando estão abertos, o órgão funciona corretamente; se estão bloqueados, a digestão não é boa. Os poros são canais pelos quais as energias da Natureza fluem para o organismo humano. Quando dizemos que uma pessoa é perfeitamente saudável, entendemos que esse fluxo é correto. Ao se levantar de manhã cedo, o primeiro trabalho da pessoa é pôr o corpo em bom estado de funcionamento, para que as energias da Natureza jorrem novamente para dentro dele.
Futuramente, a criação de meninos e meninas terá como tarefa primária cuidar de seu sistema digestivo. A digestão sadia assegura o funcionamento normal do sistema cerebral. E quando ambos os sistemas estão em boas condições, o aparelho respiratório também trabalha bem. São os três aparelhos principais, que regulam os pensamentos e sentimentos humanos. Por isso, quando estão em ordem, pensamentos e sentimentos encontram expressão adequada.
Quando, após ingerir um alimento, a pessoa sente alegria e boa disposição por um bom tempo, pode-se dizer que esse alimento é saudável. Se, após a refeição, ela se sente indisposta e pesada, isso demonstra que a comida não era higiênica. O mesmo vale para a residência. Só é higiênica a casa onde a pessoa sente alegria o dia todo.
Outro elemento da higiene no mundo físico é o vestuário. A roupa higiênica é aquela que se integra bem ao corpo, feita de tecido macio, agradável ao toque e bom condutor de luz e calor. Em resumo, que permita a passagem das energias vivas da Natureza. A vestimenta higiênica contenta o ser humano, deixa-o com bom ânimo. Ele se sente bem dentro dela, como se fosse parte de seu corpo.
A higiene não se limita à vida física, inclui a psíquica. Ela abrange três elementos: pensamento, sentimento e ação – que precisam ser higiênicos.
Um princípio saudável: evite os maus pensamentos, sentimentos e ações – tanto os seus como os das pessoas em redor; não entre em contato, sejam de quem forem. A alma impura não consegue dar frutos puros. Portanto, seja cuidadoso a respeito de onde constrói sua casa. Existem lugares puros e impuros na Natureza. Se uma pessoa se estabelece em um local sujo, pode ficar doente.
A cultura moderna precisa libertar-se do uso do carvão. No futuro, devem encontrar-se pessoas capazes de aproveitar a energia solar. Precisamos prover essa energia do Sol. Quando pudermos empregá-la, seremos pessoas de cultura, de acordo com as expectativas da humanidade.
Os que lidam muito com a mente têm um excesso de energia que, se não for transformado através do labor físico, pode fazer-lhes muito mal. Já as pessoas envolvidas com muito esforço físico sofrem frequentemente de sobrecargas, o que provoca outros males. Pressão em demasia não é bom, e o ócio também não. Que o trabalho não seja demasiado, mas seja consciente.
Trabalhe enquanto tem prazer. Se sente uma indisposição, ainda que mínima, a respeito do que está fazendo, pare, interrompa-se.
A fim de ter saúde, não faça seu trabalho até o fim. Nos assuntos físicos, deve sempre sobrar alguma coisa inacabada. Se você completa sua tarefa, entra em desarmonia com o plano geral da Natureza.
Nunca permaneça debaixo da sombra de uma árvore ou de uma pessoa. Isso é uma norma, que pode ser experimentada por todo o mundo. Cada raio que incide sobre o ser humano é absorvido pelo organismo e sai em forma de luz morta. Sob a sombra de uma flor, de uma árvore ou de uma casa, existe essa chamada luz morta. Portanto, receba os raios solares diretos, não os indiretos, os raios da sombra. Jamais fique em uma sombra. Essas regras podem ser resumidas, testadas e transformadas em conhecimento.
Não permita que a sombra de uma pessoa doente paire sobre seu rosto.
Quando um grupo se senta, as pessoas devem manter cerca de um metro de distância entre si, de modo que um não invada a aura do outro. Mesmo se o seu corpo espiritual tiver se estendido apenas 2 ou 3 milímetros além, vocês não se tolerarão. O corpo espiritual é muito sensível e percebe as vibrações de oposição do vizinho.
Dê a seus órgãos o alimento específico de que eles precisam para se desenvolver adequadamente. Os olhos são alimentados pela luz suave e agradável. Aprenda a difratar[10]  a luz e use as diferentes cores do mesmo modo que as plantas. Algumas plantas fabricam para si uma roupa vermelha; outras, amarela; ainda outras, azul, etc.
Os hábitos de fumar e beber devem-se a certos defeitos da mentalidade humana. O tabaco é usado atualmente na Europa como narcótico por causa da atividade extenuante do sistema nervoso. As pessoas o usam para curar suas frustrações.
O ser humano não tem permissão para abusar da força de seu organismo. No futuro, quando a vida das pessoas melhorar, todos farão trabalho braçal. O tempo será então dividido de tal modo que todas as energias – físicas, emocionais e mentais – sejam aplicadas. As pessoas usarão três horas para trabalho físico, três horas para o coração, três para a atividade mental, três para a nutrição, e sete horas de sono, isto é, para dirigir-se do reino mental ao Espiritual. As cinco horas restantes serão para a caridade – plantar árvores que deem fruto, cultivar flores, visitar doentes, etc.
Alguns de vocês não trabalham. Em consequência da ociosidade, ocorrem distorções no organismo: dor de cabeça, no abdômen, nos braços e pernas. É bom ter um jardim e cuidar dele pelo menos uma hora por dia, a fim de liberar o excesso de energia. Cave com a enxada para ser saudável. Existe certa energia negativa em você, que precisa escoar para a Terra.
As pessoas de gênio sabem quando e quanto dormir, comer e trabalhar. Geralmente resolvem seus problemas nas primeiras horas da manhã, enquanto os outros ainda estão adormecidos.
Há horas do dia em que o trabalho é mais benéfico. As pessoas as usariam se soubessem disso. Alcançariam grandes resultados em pouco tempo.
Se você quer ser sadio, ter desenvolvimento físico e espiritual normal, preste atenção ao estado de seus vasos capilares, para que tenham contrações e expansões adequadas. Para esse propósito, nunca beba água fria, gelada. Quando o faz, os capilares da garganta e do estômago se encolhem demasiado e causam estados doentios. Nunca respire pela boca, isso faz os capilares dos pulmões se contraírem; inspire pelo nariz, para que o ar o purifique e aqueça.
É perigoso quando os capilares se encurtam mais do que o necessário e não voltam a se estender depois.
Observe a luz e a influência dela sobre seu organismo: preste atenção às horas, dias e meses do ano, para distinguir entre os que são benéficos para o trabalho e os que não o são. Estude métodos para atrair energia para o cérebro, para melhorar os sistemas respiratório e digestivo. Se não atuar todos os dias no sentido de adquirir algo mais para as energias de seu organismo, você se condenará à exaustão e empobrecimento.
Portanto, receba a luz, o ar, a água e a comida conscientemente e com Amor, para aproveitá-los e obter bons resultados. Se você os absorve de maneira apenas física, o efeito não será tão bom. Quando você respira, não pense no ar como consistindo apenas em oxigênio e nitrogênio, mas em algo mais que dá Vida. Ao tomar água, lembre-se de que ela não é apenas um composto de hidrogênio e oxigênio, mas tem algo mais que dá Vida. Qualquer substância, qualquer fruta tem Vida em si mesma.
Quem tem olhos castanhos necessita de calor; deve lavar os pés toda noite com água quente. Quem tem olhos azuis precisa de umidade. Se suas mãos e pés começam a ficar frios, beba três ou quatro copos de água quente. Recomendam-se banhos quentes, de 35 a 41 graus centígrados, para as pessoas de olhos castanhos. As de olhos azuis ou cinzentos têm necessidade de cultivar a paz e a calma interior.
O ser humano não deve manter a boca muito aberta nem muito fechada. Esses são estados extremos. Deve abrir e fechar a boca de vez em quando, tocando os lábios apenas de leve. Assim as correntes do organismo podem fluir apropriadamente.
Há pessoas que, ao apertar suas mãos, transferem-lhe seus pensamentos e desejos impuros, e então você precisa limpar-se deles. Ideias e votos positivos, bênçãos também podem ser transmitidas através desse cumprimento, e você os portará por semanas e meses – tal aperto de mão é benéfico. As mães fazem bem em beijar as mãos e bochechas dos filhos, mas devem lembrar-se de, com cada beijo, comunicar-lhes seus bons desejos e pensamentos. 

(fim do capítulo V – Higiene) (extraído do livro: The Master BEINSA DOUNO. Health and Sickness. Sofia: Vsemirno Bialo Bratstvo Publishers, 2002)
[1] Refração é a mudança na velocidade de uma onda ao atravessar a fronteira entre dois meios com diferentes índices de refração, o que gera um desvio do feixe de luz.
[2] O texto original cita os meses de maio a agosto – adaptamos para o hemisfério Sul (NT).
[3] Difração é um fenômeno que ocorre com as ondas quando elas passam por um orifício ou contornam um objeto cuja dimensão é da mesma ordem de grandeza que o seu comprimento de onda. Exemplo: quando se olha um tecido de trama fina contra uma lâmpada distante, vemos faixas ou halos coloridos, devido à difração da luz através de pequenos obstáculos.
[4] Maio no original (hemisfério Norte).
[5] Maio no original, que se refere ao hemisfério Norte. [NT]
[6] Sensível e consciente. [NT]
[7] Meridionais no original (hemisfério Norte). Se você vive no Hemisfério Sul, a luz do sol vem do Norte. Isso acontece porque a Terra é uma esfera e gira sobre seu eixo, que está inclinado aproximadamente em 23,5º. [NT]
[8] Ao Sul no original (hemisfério Norte). [NT]
[9] Julho no hemisfério Norte. [NT]
[10] Difração é o fenômeno que ocorre quando uma onda passa por um orifício ou contorna um objeto cuja dimensão é da mesma ordem de grandeza que o seu comprimento de onda. A difração permite que a onda atravesse fendas ou contorne obstáculos, atingindo regiões em que, pela propagação retilínea da luz, não conseguiria chegar. [NT]

Tradução: Maria Eugênia da Rocha Nogueira 
e-mail: mariaeugeniarn@yahoo.com.br
WhatsApp: (11) 9.9140.0649