Artigos e Notícias


Mike Wilson pexels.com

Saúde e Doença - IV Curando as doenças - 9 Curando com o pensamento (partes 3 a 5 )

11/09/2018

Digamos que você tem uma leve dificuldade – seu dedo dói e está difícil aguentar. Para ajudar-se a suportá-la, imagine que alguém enfiou a unha em sua mão. A dor maior eliminará a menor. Se conseguir visualizar mentalmente essa unha furando sua mão, haverá uma transformação da dor em sua mente.

Pode-se fazer o seguinte experimento: envie dez pessoas para visitar alguém que está morrendo. A primeira vai e diz: “Em aproximadamente dez dias você se curará”. No dia seguinte outra pessoa faz a visita e afirma: “Dentro de nove dias você estará saudável”. No terceiro dia a próxima diz: “Daqui a oito dias você estará são”. E assim por diante. O último lhe assevera: “Amanhã você se levantará da cama”. Quando se cria um processo oposto ao que está acontecendo, isso pode ter uma força de encorajamento muito grande. É preciso ter fé no organismo. Quando você acredita, suas células começam a trabalhar. Elas sabem como curar, mas frequentemente a pessoa lhes impõe limitações.

Vou apresentar-lhes um método para curar-se 25 por cento. Se você está doente, pare de pensar em qualquer enfermo, dê uma volta na cidade e comece a lembrar-se de pessoas saudáveis. Se encontrar uma delas, mantenha-a em mente. Em menos de dois dias, haverá algum alívio. Este é um método de restauração. Não fale sobre sua doença.

Durante dez dias, suba para um lugar alto, montanhoso, onde haja uma fonte de água pura. Esteja lá antes do nascer do Sol, levando uma garrafa limpa de um litro e uma xícara igualmente limpa. Quando o Sol aparecer, encha a garrafa com água da fonte e verta um pouco na xícara. Então pegue uma colher (de chá) da água da xícara, beba-a e diga: “Tudo o que o Sol contém em si flui para mim através desta água”. Se fizer esta experiência com fé, será bem-sucedido.  

A palavra é poderosa, assim como o pensamento. Basta aplicá-lo conscientemente e com fé para verificar seu poder. A vontade é necessária para isso. Através do pensamento, pessoas são curadas de dores crônicas atrozes. Se o ser humano chegar a crer nesse poder, poderá fazer milagres. Mas é preciso uma vontade forte, sem vacilações.

Muitas pessoas são contra a sugestão, mas não há quem não tenha empregado, consciente ou inconscientemente, a lei da sugestão e autossugestão.

Trabalhe com o pensamento, faça experimentos e use os recursos internos do organismo como métodos de cura. Existem células cuja tarefa é terapêutica – são células curadoras. Para ativá-las, é suficiente dirigir-lhes o pensamento. Um pensamento concentrado e positivo é o bastante. Cada pensamento negativo paralisa a ação delas. Se uma pessoa está em busca da própria cura, deve nutrir pensamentos positivos.

Quanto mais forte e concentrado o pensamento de um ser humano, mais facilmente ele pode curar-se. Há palavras que agem de modo mágico. É preciso saber quando pronunciá-las. Tudo deve acontecer no tempo e lugar adequados.

A lei da evocação requer momento e disposição específicos. A evocação e a sugestão não funcionam a qualquer hora. Por exemplo, fazer evocações sentindo-se perturbado pode não ter resultados positivos. Qualquer pessoa que deseje implantar no subconsciente um pensamento grandioso sobre algo a ser realizado deve escolher o melhor estado de espírito. Quanto mais transtornada uma pessoa, mais lento e instável é o funcionamento da lei da evocação; quanto melhor seu ânimo, melhor ela atua.

Os micróbios são seres minúsculos que vivem como parasitas. Deixam sua sujeira no sangue humano e causam diferentes doenças. Pelo pensamento, o homem pode proibi-los de se reproduzir dentro dele e expulsá-los. A luz do pensamento pode libertar o ser humano de todas as dificuldades.

Quem compreende as leis da Natureza Senciente[1] pode corrigir pelo pensamento todas as deficiências do próprio organismo, sejam internas ou externas. O pensamento é um instrumento poderoso, mas apenas os gênios e os santos sabem trabalhar com ele. O homem comum também pode alcançar resultados, mas isso requer maior tempo.

Se você tem um pensamento perturbador, não tente expulsá-lo de forma mecânica, porque isso o prejudicaria, isto é, você se faria mal. Se um pensamento negativo se infiltra em sua mente, procure substituí-lo por seu exato oposto, e terá êxito. Para se curar, conecte o centro da Terra com o centro do Sol.

Há dias e horas em que a sugestão causa dano ao ser humano. Nesses momentos, nem ele deve fazer autossugestões nem devem outras pessoas enviar-lhe evocações. Em tais períodos, é preciso construir muros ao redor de si mesmo para proteger-se das sugestões e evocações – assim como os militares constroem fortalezas para guardar-se dos inimigos.

Em um processo de cura, você pode usar determinadas fórmulas mágicas durante a Lua minguante. Por exemplo, se uma pessoa sofre de febre reumática, deve fazer a seguinte experiência: tomar meio quilo de sal marinho ou de rocha em torrões e, em uma vasilha com água pura de fonte, colocar todo dia um torrão desse sal. Precisa levantar cedo, antes do nascer do Sol, pôr um torrão na água e dizer: “Assim como o sal se dissolve na água, do mesmo modo minha febre reumática se dissolverá, ou seja, desaparecerá”. Se a doença não for eliminada imediatamente, a pessoa deve fazer isso durante duas semanas inteiras [da Lua cheia à nova]. Se ainda assim o reumatismo permanecer, a mesma experiência deve ser repetida no poente ou à noite, ao luar. Antes de receber algum resultado positivo, é importante cuidar de não ser visto por ninguém durante o experimento. Também é necessário perseverar até sarar.

Visitem uma pessoa doente e pensem, todos juntos, que ela está saudável. Apertem-lhe a mão e digam: “Você não tem doença alguma, está bem”. Verão que ela logo se levantará da cama. O poder do pensamento é enorme, permite curas e milagres. E trata-se de um processo natural.

Todo o mundo que visita um doente com o desejo de ajudá-lo deveria dar-lhe algo de si mesmo. Falta alguma coisa a cada indivíduo enfermo, e ele a recebe das pessoas e do médico à sua volta. Um verdadeiro médico cura não apenas de maneira externa, mas também internamente. Ele carrega os medicamentos em seu interior – se for um médico nato – e cura com eles.

Quando você afirma a um doente, com uma linguagem firme e positiva, mas musical, que ele se curará, ele se ofende, porque você falou com ele de maneira rude. Mas depois dessas palavras rudes ele fica bom e volta para agradecer-lhe, pois elas o ajudaram. Se você lhe sugere, com tom brando e aparentemente delicado, mas não musical, que vá para casa e não tenha medo, pois vai sarar –, ele volta para casa, mas continua de cama.

Declarar a um enfermo que ele se recuperará e não observar nenhuma melhora significa que foram palavras vãs, que não ajudam. Ao visitar um doente, não lhe falarei de sua enfermidade; em vez disso, vou tirar do bolso uma pequena garrafa com líquido e mergulhar nele a ponta de uma agulha. Então toco a língua do doente com ela e faço-o engolir essa gotinha. No segundo dia, mergulho a agulha duas vezes no mesmo líquido e toco com ela a língua do doente. No terceiro dia, coloco a agulha três vezes no líquido, e continuo assim durante dez dias. No décimo dia, o enfermo se levantará da cama, completamente saudável. Até então, não lhe darei ouvidos se me contar que não pode fazer isso ou aquilo. O modo mais fácil de curar é interno, não externo: falar com a pessoa e consolá-la.

Alguém capaz de expulsar a própria doença através do pensamento e vontade é um ser humano robusto, que realiza qualquer mudança com facilidade.

As enfermidades se devem ao armazenamento no organismo de matéria alheia a ele. Mas é possível a uma pessoa forte expelir do corpo essas substâncias e ficar saudável. Se ela não consegue sozinha, pode alcançá-lo com a ajuda de amigos. 

O pensamento humano é algo grandioso e potente. Quanto mais sublime o pensamento de uma pessoa, maior seu potencial. Ele é o Mundo Divino no homem e nesse Mundo, tudo se realiza instantaneamente. 

Se você fica de mau humor, mude a posição das mãos e diga: “Sou um ser humano que pensa. Se eu penso, permaneço em um nível mais elevado que meus humores e posso lidar facilmente com eles”. Repita-o algumas vezes, até que sua disposição se torne melhor.

Todos os dias, por três vezes – de manhã, ao meio-dia e à noite –, concentre-se profundamente e diga: “Quero que meu coração bata ritmicamente, para conectar-me com a pulsação do Sol e transmitir energia adequadamente a todo o meu organismo, como o Sol envia a sua ao mundo inteiro”.

Quando as células decidem viver de maneira dividida, separadas da vida do Todo, elas se agrupam em determinadas regiões do organismo, onde formam seu próprio corpo. Os cientistas chamam esses tubérculos de tumores. Eles vivem a expensas de todo o organismo e se alimentam de suas seivas vitais. Se, pelo poder do pensamento, essas células recém-fabricadas são convencidas de que seu lugar não é aquele organismo, começam gradualmente a diminuir de número, até desaparecer completamente.

Determinada pessoa está com febre e, de acordo com os médicos, deve tomar 30 centigramas de quinino todos os dias. Mas ela é pobre, só tem no bolso dinheiro para o pão. O que deve fazer? – Aplicar a lei da autossugestão e assim se curar. Ela pode ir em pensamento a uma farmácia e comprar os 30 cg de quinino. Mas requer-se um pensamento vigoroso para esse experimento de autossugestão. Se ele não é suficientemente intenso, a pessoa pode ir mentalmente até a drogaria dez vezes, sem obter nenhum resultado.

Todos já tentaram o poder da sugestão; então, procurem inspirar os outros apenas com pensamentos bons e retos, não os inadequados e negativos. Por exemplo, você começa a tossir. Empregue o seguinte método: conte quantas vezes tossiu hoje. Suponhamos que tenham sido 40 vezes. Diga-se à noite: “Amanhã só vou tossir 20 vezes”. E vá reduzindo gradualmente o número, até chegar a uma tossida por dia. Experimente sua vontade dessa maneira e verá os resultados que pode alcançar. Hoje muitas pessoas acreditam em remédios, mas eles não têm bons efeitos.

Quando seus dedos das mãos ou dos pés estão frios, projete o pensamento sobre eles, desejando que se aqueçam em cinco minutos. Se não o conseguir imediatamente, tente mais uma ou duas vezes. Sentindo-se mal, febril, não se apresse a chamar o médico, mas coloque em ação seu pensamento e vontade: ponha um braço na cabeça e emita o pensamento de que a temperatura vai começar a cair rapidamente. Caso ela diminua, mas volte a subir depois de pouco tempo, não se aborreça. Se você obteve um resultado, por mínimo que seja, continue a trabalhar nessa direção. 

Fortalecendo e cultivando a própria vontade, é possível chegar a desfazer todos os maus hábitos e dificuldades de saúde, que foram adquiridos pela influência de pessoas poderosas e instruídas.

Se você está com coriza, pense na saúde. Repita com frequência o seguinte pensamento: “Sou saudável” – e a febre logo o deixará. Acontece de uma pessoa sadia pensar bastante sobre doenças, atraindo-as desse modo. Tudo o que é senciente, bom e grande no ser humano tem condições de lutar contra micróbios patogênicos. Use palavras e pensamentos positivos como fórmulas, com as quais você pode influenciar-se.

Se, estando paralisado, você passa três meses repetindo para si mesmo: “Vou conseguir levantar-me”, isso realmente ocorrerá. É impossível não acontecer; todo bom pensamento se realiza.

Um búlgaro, quando tem verruga ou algum tipo de fungo, vai à mercearia e furta um torrão de sal (porque isso faz com que o sal – e também ele – se tornem positivos). Quando a Lua está minguante, ele faz uma circunferência ao redor da verruga com o sal e diz: “Assim como a Lua está minguando e o sal está derretendo, que essa verruga também desapareça”. Ele joga fora o sal e a verruga some. Você pode explicar isso pelo fato de que o sal, como um canal, atraiu as correntes da Natureza que sustentam as verrugas.

A tuberculose é difícil de curar, por causa dos pensamentos e sentimentos negativos do doente, assim como os de outras pessoas, que lhe chegam de fora. É bom que o enfermo caia em um sono magnético, durante o qual as pessoas lhe sugerem que ficará são.

Se você sente o estômago pesado, coloque as mãos sobre o abdômen – a direita sobre a esquerda, com os polegares em sentidos opostos. Diga a si mesmo: “Todas as minhas questões estão bem resolvidas”. Mantenha este pensamento sem permitir nenhuma dúvida, nenhuma divisão mental. Qualquer incerteza faz a fórmula malograr.

Vou dar-lhes um método para se influenciarem quando o fígado não está em ordem. Ponha a mão direita sobre o abdômen, com a palma voltada para ele, e a esquerda na cintura, também com a palma para dentro. Mentalmente, atraia as energias do Sol para o centro da Terra. Em 10 a 15 minutos, seu estado melhorará e você sentirá alegria.

Para verificar se desenvolveu a vontade, isto é, se você tem força de vontade suficiente para aplicar uma fórmula oculta, o melhor experimento é descrito a seguir. Faça-o quando seu abdômen estiver doente, quando sentir algum tipo de agitação interna. Teste sua vontade: coloque a mão esquerda nas costas e a direita sobre o abdômen, concentre a mente e pronuncie a seguinte fórmula: “Que cesse a doença”. Se não se lembrar das palavras, diga: “A doença se foi”.

Se você está com dor de estômago, peça ajuda a um amigo que goste de você. Convoque seu espírito e diga-lhe: “Por favor, amigo, venha e diga a essa doença para ir embora”. Se ele vem mas a doença não desaparece, chame um segundo amigo, um terceiro – até dez. Se a doença acabar, todos eles são seus amigos; se não passar, eles apenas dizem que o são.

O que você deve fazer quando sai? – Mantenha a mente desperta. Realize a seguinte experiência: saia de casa e permaneça com a mente concentrada o tempo todo, englobando seu corpo. Você não se resfriará. Estará tanto negativo como positivo; transformará a eletricidade. Mas só o conseguirá se sua mente estiver acordada.

Sobre a tosse: a primeira regra é respirar fundo. Inspire profundamente e imagine que todo o sangue arterial circula harmoniosamente através de seu corpo. O sangue venoso também faz o circuito de volta com harmonia. Imagine mentalmente que tudo está concertado, crie uma sintonia interna e perceberá que a tosse começa gradualmente a serenar.

É possível curar com medicamentos, mas também pelo pensamento. Se você tem um resfriado nasal, por exemplo, o que deve fazer? Alguns recomendam que permaneça em uma sala aquecida, que faça lavagens com água com sal ou beba alguns copos de água quente, até suar. Então deve trocar de roupa e, já no dia seguinte, seu resfriado terá desaparecido. Isso mostra que você tem um pensamento forte – capaz de se curar de qualquer coisa.

Os cabalistas explicam cientificamente a cura pelo pensamento, dizendo que este muda a vibração do organismo. Quando alguém fica doente, as vibrações de seu corpo diminuem. Pelo pensamento, é possível intensificá-las, elevando seu número. Ao alcançar isto, a cura acontece.

O resfriado é causado por um tipo especial de micróbios, que entram no nariz e encontram condições de se reproduzir quando as vibrações do organismo estão baixas. Ao proliferar, eles irritam a membrana mucosa do apêndice nasal. Para livrar-se dessa perturbação, eliminar as substâncias estranhas, as glândulas do nariz secretam líquido em abundância, que guia os micróbios para fora. Quando a vibração do organismo se torna mais alta, a excreção dessas substâncias é fácil e rápida. É possível fortalecer o nariz congestionado com a ajuda do pensamento, para que o ciclo da doença atinja o auge, depois do que ele começa a sarar. O máximo de tempo que um nariz fica escorrendo é uma semana. Não deveria durar mais que isso.

Um bom pensamento faz com que os medicamentos e injeções prescritos pelo médico deem melhores resultados. Envie a alguém um bom pensamento, conscientemente e com amor, e verá os efeitos. O pensamento aplicado adequada e pertinentemente é sempre terapêutico.

Se você dirige frequentemente o pensamento para as raízes de seu cabelo, no período de um ano obterá grandes resultados – ele se fortalecerá e crescerá. O que torna o cabelo fino? A ansiedade interna e a falta de umidade no organismo.

Você sabe que as plantas, as árvores mantêm a umidade do solo. Elas são como bombas, que impulsionam a umidade para cima, até a superfície. O papel das árvores para o solo é o mesmo dos cabelos para o organismo humano. Eles regulam a umidade do corpo.

O urso é um símbolo – é um acumulador de algum tipo de energia na Natureza. É um ser de saúde perfeita.

Faça a seguinte experiência: se você está com febre ou se sentindo fraco de espírito, mantenha na mente a imagem de um grande urso e com uma das mãos segure a orelha dele, enquanto acaricia suas costas com a outra. Ao realizar o exercício, você sentirá como se certo poder fluísse através de você. Nesse caso, o urso pode auxiliá-lo se você não tiver o desejo de fazer-lhe mal. O urso é um ser de emoções, muito afetuoso, mas também vingativo.

Se seu sistema nervoso simpático [autônomo] está transtornado, esse exercício pode ajudá-lo a melhorar. Cada um deve atrair da Natureza aquilo que lhe falta. Em primeiro lugar, é preciso libertar-se de todo temor. Treine-se para superar o medo.

Se você quer levantar-se cedo, encoste o polegar da mão esquerda no polegar e indicador da mão direita e se diga: “Amanhã quero acordar às quatro da manhã”. Faça o mesmo com a mão direita, repetindo essas palavras. Assim você entra em contato com as forças do Mundo Senciente e as convoca como testemunhas.

Cada manhã, ao despertar, fale para si mesmo: “Quero tornar-me sábio”. Esse pensamento vai até o cérebro e começa a alimentar as células. Ao repetir isso por um ano, no fim você verá algum resultado.

Você está doente, com o espírito débil, mas é inverno, não pode sair e dar uma caminhada. Experimente imaginar que está escalando um pico de montanha que você conhece bem, vivencie nitidamente toda a caminhada, como se a estivesse fazendo neste momento. Suba até o cume e volte. Faça uma caminhada todo dia. Este exercício mental tonifica imediatamente o cérebro.

Imagens distorcidas permanecem longamente na memória humana e, a partir daí, influenciam o sistema nervoso. Por isso, devem ser substituídas por imagens puras e belas. Este é um dos métodos de tratamento.

Como lidar com estados de espírito negativos, sombrios? – Sente-se calmamente por cinco a dez minutos, relaxe os músculos para que não reste nenhuma tensão, e comece a pensar sobre coisas deliciosas e encantadoras. Visualize mentalmente quadros e imagens bonitas, até se sentir com boa disposição.

Suponhamos que você esteja se sentindo psicologicamente mal, indisposto, irritado, não consegue dormir à noite. Concentre o pensamento na ponta do nariz e imagine-o se prolongando gradualmente. Depois disso, você vai relaxar e adormecer.

[1] Sensível e consciente.

(extraído do livro: The Master BEINSA DOUNO. Health and Sickness. Sofia: Vsemirno Bialo Bratstvo Publishers, 2002)